Inflação de mobiliário varia 0,35% em agosto e acumula maior alta do ano

Índice do IBGE aponta que IPCA de móveis esteve acima da média de todos os produtos sondados

Publicado em 10 de setembro de 2018 | 19:22 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do segmento de móveis variou 0,35% em agosto de 2018, segundo o indicador do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as regiões metropolitanas pesquisadas, a que apresentou a maior taxa foi Belo Horizonte, com aumento de 1,33%, enquanto que a menor foi registrada em Vitória (ES), com -0,64%. A inflação de mobiliário a nível nacional, entretanto, esteve acima do índice médio de todos os produtos, que obteve ligeira deflação de -0,09% na passagem do mês.

Na transição de julho para agosto, a inflação de mobiliário foi puxada sobretudo pelos subitens de colchão, com variação de 1,16%, e móvel para sala 0,64%. Por sua vez registraram deflação as categorias de móvel infantil (-0,39%), móvel para quarto (-0,06%) e móvel para copa e cozinha (0,04%).

Com este resultado em agosto, o IPCA de móveis acumula alta de 1,15% em 2018 em comparação com o mesmo período de 2017, a maior taxa até agora no ano. Em julho a variação ainda estava em 0,8%. Até abril o segmento apresentava deflação (-0,07%), mas depois de maio (0,30%), mês que ficou marcado pela paralisação dos caminhoneiros, o índice passou a acumular variações positivas.

O subitem que registra maior taxa acumulada no ano é colchão (3,61%), seguido de móvel para sala (1,22%), móvel para quarto (0,69%) e móvel para copa e cozinha (0,61%). Única categoria a obter deflação é a de móvel infantil, com -2,10, que continua a alcançar taxas cada vez menores.

Por fim, a inflação de mobiliário no acumulado dos últimos 12 meses está em 1,13%, também a maior taxa registrada em 2018. Destacam-se os aumentos em colchão (7,16%), móvel para quarto (1,26%) e móvel para sala (0,47%). As deflações foram registradas em móvel para copa e cozinha (-1,1%) e móvel infantil (-0,68%).

Inflação de mobiliário por região metropolitana

Confira a taxa de inflação de mobiliário na passagem de julho para agosto e o acumulado do ano em todas as regiões metropolitanas pesquisas:


Os comentários estão desativados.

eMobile