Lojas de produtos para marcenaria se tornaram parceiras do profissional – Parte 2

Confira segunda parte de reportagem sobre as lojas de produtos para marcenaria

Publicado em 5 de outubro de 2018 | 8:00 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Como o perfil do profissional dos móveis sob medida tem mudado com o tempo, os donos de lojas de produtos para marcenaria que não contam com o suporte das redes têm de estar ainda mais atentos às mudanças do mundo da marcenaria. Se antes o marceneiro era considerado mais resistente às novidades e apegado às tradições, hoje é mais ativo e ligado nas tendências.

“Os marceneiros são curiosos, estão sempre na expectativa de coisas novas, perguntam sobre lançamentos e detalhes técnicos, buscam novidades em produtos e acabamentos para levar para seus clientes”, relata o proprietário da revenda Brascem, Evandro Eustáquio Morais.

Desta forma, as lojas assumem um papel de vital importância. Ter à disposição do cliente um mix de produtos condizente com os lançamentos do mercado é tão importante quanto garantir que os diferenciais cheguem ao conhecimento dos compradores.

Afinal, as lojas de produtos para marcenaria, possuem a vantagem do contato direto com o consumidor, servindo não somente para venda, mas também para a construção de relacionamentos. “A maior necessidade dos marceneiros é uma revenda que dê suporte, seja parceira e provenha-os de produtos de qualidade, trazendo sempre novidade e garantindo sua satisfação”, observa o diretor da GMad Placavel, Rafael Brenner Góes.

Treinamento

Uma das estratégias que os empresários das lojas de produtos para marcenaria adotam é trazer representantes das marcas para ministrar workshops para os marceneiros. “A maioria das empresas se mostra muito solicita quando convidamos elas para vir na loja e fazemos coffee break, damos palestras, e o marceneiro adere bastante, porque ele acaba descobrindo novas técnicas para o seu negócio”, justifica Morais.

Assim como a Brascem, a loja Venturi também emprega a ação. “Regularmente organizamos treinamentos e palestras que busquem passar de forma simples para os marceneiros algo inovador para eles terem como diferencial em sua marcenaria, desde produtos, até equipamentos elétricos”, afirma o proprietário Jean Luka Piccoli.

Na Placavel, pertencente ao Grupo Madcompen, os clientes contam com serviços como Centro de Design, Plano de Corte Informatizado, Painéis Canaletados, Usinagem, Colação de Borda, Afiação de Serras, Portas de Vidro Personalizadas e Assistência Técnica em Máquinas e Produtos. “Iniciado há dois anos, estes serviços tiveram grande adesão por parte dos marceneiros e tornaram-se um diferencial da empresa. Tudo isso visando oportunizar a eles maior agilidade e torná-los mais competitivos”, ressalta Brenner Góes.lojas de produtos para marcenaria

“Se antenar”

Atualização constante é a dica que a proprietária da Arqshop, Ana Paula El Jamal, dá aos marceneiros. Ela informa que o trabalho manual está voltando a ser valorizado, e cabe aos marceneiros, agora, prestar mais atenção na moda. “O consumidor é antenado, acompanha blogs, vive na internet, em redes sociais, e isso fez crescer seu nível de conhecimento e exigência. Hoje, o cliente vê um móvel num blog dinamarquês, um puxador num italiano, etc., e quer ‘abrasileirar’ a tendência”, comenta Ana Paula.

Ciente que os marceneiros procuram o que está vem alta para repassar ao consumidor final, as revendas se antecipam a isso. Montar uma equipe de venda com experiência no mercado, visitar feiras e se informar sobre as novidades no ramo são algumas das estratégias adotadas por elas.

Credibilidade

Além de apresentar as tendências do mercado e promover treinamentos, outro benefício que as lojas de produtos para marcenaria conquistam dos marceneiros é a credibilidade. “Seja um cliente final ou um arquiteto, a segurança que a revenda passa faz um diferencial para a confiabilidade do marceneiro. Além de poder indicar a loja ao cliente que tem liberdade em escolher acabamentos, puxadores e outros itens que teriam grande impacto no orçamento da marcenaria”, argumenta Ana Paula.

Opinião também compartilhada por Morais, da Brascem, que complementa dizendo que as lojas de produtos para marcenaria aceleram o trabalho e criam vínculos com os marceneiros. “Se os marceneiros precisam de um produto, e por mais que na internet eles tenham acesso a uma grande variedade, ele prioriza um contato direto, pois além de ser mais rápido ele sente confiança em comprar diretamente com o lojista”.lojas de produtos para marcenaria

Aonde o cliente está

Sair da acomodação e ir até onde o cliente está foi a proposta da Venturi, que atua no interior dos Estados do Mato Grosso e Rondônia. Jean Luka Piccoli, conta que até a chegada da empresa, os marceneiros daquela região se sentiam “esquecidos”, pois a maioria das revendas davam foco somente nas capitais e grandes centros. Isto fazia com que o trabalho de marcenaria ficasse atrasado em comparação com os demais lugares. Para atender todos os marceneiros da região, a empresa investiu em vendas externas, profissionais que fossem até os clientes, chegando em muitas vezes viajar mais de mil quilômetros para não deixar ninguém na mão.

“Atuamos há cerca de cinco anos no interior do estado de Mato Grosso e em Rondônia. Aquela região era carente de fornecedores, ideias, informações e novidades. A Venturi então abriu as portas para os marceneiros, fazendo com que eles se tornassem mais competitivos”, explica Piccoli. Esta preocupação com os profissionais locais, fez com que a empresa se tornasse referencia. “Hoje nós temos marceneiros que são gratos a Venturi por ter dado atenção aquela região, fazendo com que eles priorizem a nossa loja em relação à concorrência”, complementa.lojas de produtos para marcenaria

Visão das lojas de produtos para marcenaria

Exemplos como os citados são a prova que o trabalho desempenhado pelas revendas contribui para fomentar o ramo da marcenaria. Muitas partes compõe a grande rede da produção sob medida, indústria, redes de marcenaria, lojistas, marceneiros, arquitetos, clientes, etc. O fundamental é que todas as partes, além de estar em constante comunicação, pense nas demais. Afinal, em meio a períodos instáveis da economia, a máxima “a união faz a força” vem se mostrando cada vez mais verdadeira.

Quando as lojas de produtos para marcenaria se prontificam a pensar fora do básico e investir em capacitação e diferenciais para conquistar os seus clientes, ela não o faz somente com o intuito de lucro. Auxiliar o marceneiro sanando dúvidas, apresentando novidades, tendo produtos a pronta entrega, entre outros, fideliza o cliente, ajuda na prospecção dos negócios e, melhor ainda, fortalece todo o segmento.

Reportagem originalmente publicada na edição 96 da Móbile Sob Medida


Os comentários estão desativados.

eMobile