Cores para marcenaria: tendências para o marceneiro se inspirar

Cores em alta para o marceneiro se inspirar

Designers e profissionais que foram ao Salão do Móvel de Milão apontam tendências em cores para marcenaria, decoração e mobiliário de alto padrão

Publicado em 17 de Maio de 2018 | 14:15 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As tendências em coloração, tons e texturas dos móveis oscilam no decorrer do tempo e a cada temporada surgem padrões cromáticos alinhados com novas propostas do mercado e preferências estéticas dos consumidores. Um modo de acompanhar as novidades nesta área (e evitar estocar tintas, vernizes e painéis que provavelmente terão pouca saída) é ficar atento nos produtos apresentados em feiras do setor moveleiro, especialmente nas focadas em design e criatividade. Neste ano, o mais prestigiado evento neste quesito, o Salão do Móvel de Milão (iSaloni), apontou para uma diversidade de matizes no mobiliário e inspirações em cores para marcenaria.

Designers e profissionais do setor moveleiro do Brasil foram a Milão e detectaram padrões que podem impactar na produção deste ano e dos próximos. Grande parte das cores remete à natureza: desde os tons amarronzados da terra até os tons comuns à flora e aos recursos naturais. Segundo a designer Marta Manente, a cor terracota e os tons terrosos voltaram com muita força.

“As nuances, que circulam entre o marrom avermelhado e o laranja, trazem conforto e equilíbrio para a decoração. Mas além disso a cor que vem da essência do elemento “terra”, nos remete a firmeza e a segurança de estarmos sempre pisando no elemento do planeta que nos sustenta. Verde, azul, amarelo, rosa claro e lilás também foram vistos, mas em menor escala”, diz a designer gaúcha.

Divulgação Impress

Cores para marcenaria - tendências iSaloni

Tonalidades de marrom, variando entre madeirado e terroso, se destacaram no Salão do Móvel de Milão

O ponto de vista é apoiado também pela Schattdecor, empresa especializada em superfícies para ambientes e móveis. A designer da empresa no Brasil, Adelita Lenartowski, aponta que natureza serviu de inspiração às cores para marcenaria e produção de alto padrão, bem como na decoração dos ambientes e estampas de papéis de parede.

– Como criar projetos de marcenaria colorida com painéis da Eucatex

“As cores não estão mais tão sóbrias e neutras, como nos anos anteriores, mas abriram espaço às variações de terracota, amarelo, laranja, bordeaux, azul e verde. Essa inspiração também pode ser vista em produtos com estética artesanal, com tramas de materiais naturais e sintéticos, reforçando a busca por um design mais próximo às pessoas”, avalia Adelita.

Divulgação Eucatex

Cores para marcenaria - tendências iSaloni

Móveis em cores grafite e azul, produzidos com painéis da Eucatex

No que se refere aos tons de chapas e painéis, com ou sem lacca, o Salão do Móvel de Milão apontou para uma predominância de tons escuros, como o termo wood ou fóssil. Outro aspecto são o alto brilho dos produtos, em tons sóbrios de cinza e grafite, com acabamento em lacca de alto brilho e acetinados. A gerente de marketing da Eucatex, Andrea Krause, que esteve presente no iSaloni, afirma ser essa uma tendência europeia e que precisa ser readequada para o mercado brasileiro e que pode inspirar novas texturas e cores para marcenaria:

“Por serem tonalidades muito escuras, sua aplicação ocorre em nichos de mercado da linha alta. Os tons de madeiras cinzas e pretos continuam sendo fortes, ambientes sóbrios e frios para nosso clima tropical. Também são destaque as nogueiras italianas, agora com mais movimento com catedral ou lineares. O tom mais quente permite ampliar os usos em projetos brasileiros, os acabamentos matt, definem o baixo brilho da madeira. Esses tons estão mais em sintonia com nosso mercado”.


Os comentários estão desativados.

eMobile