Senado aprova desoneração da folha de pagamento para o setor moveleiro

Documento segue agora para votação no senado, o que deve acontecer na próxima semana

Publicado em 12 de novembro de 2018 | 14:00 |Por: Portal eMobile

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Após esforços contínuos da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), o Senado aprovou, na tarde desta quinta-feira (8), a medida provisória MP 843/2018 para, novamente, a desoneração da folha de pagamento para o setor moveleiro.

O documento segue agora para votação no senado, o que deve acontecer na próxima semana. Com isso, o setor moveleiro volta a ter o incentivo de desoneração da folha de pagamento até dezembro de 2020, como previa a Medida Provisória inicial, mas que sofreu alterações no meio deste ano pelo presidente da república, Michel Temer.

O presidente da Abimóvel, Daniel Lutz, que militou pelo assunto diretamente em Brasília, conta que o tema foi recolocado em pauta após um esforço da entidade junto ao governo, tanto no legislativo, com os deputados, quanto no executivo, com a Casa Civil, para mostrar a importância que a medida tinha para o setor moveleiro.

Divulgação Abimóvel

Abimóvel e Indústria Moveleira

Presidente da Abimóvel, Daniel Lutz

“A desoneração da folha de pagamento é muito importante para a indústria moveleira, principalmente, para as empresas exportadoras que precisam muito desse incentivo para continuar mantendo os postos de trabalho. Porque isso é vital para a indústria moveleira nós batalhamos forte par conseguir a aprovação dessa medida”, pontua Lutz.

Produção moveleira recua

Em junho deste ano, logo após o setor ter sido retirado dos grupos beneficiados pela desoneração, a indústria moveleira, por meio de lideranças empresárias e da Abimóvel, conseguiu uma reunião direta com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, ocasião em que apresentou o ponto de vista das empresas do ramo e iniciou as tratativas para reverter a reoneração.

“A gente conscientizou o governo da importância disso para a manutenção dos empregos do setor, e isso foi bem explicado para vários parlamentares, para o relator da MP, para o ministro da Casa Civil. Tivemos bastante apoio das bases parlamentares que tem mais ligação com o setor moveleiro, conseguimos fazer essa conscientização e acredito que vamos conseguir aprovar essa medida também no senado”, detalha o presidente da Abimóvel.


Os comentários estão desativados.

eMobile