Vendas de eletromóveis em 2018 estão 1% abaixo do registrado ano passado

Saldo negativo total até setembro chega ao maior patamar do ano, que em agosto já assinalava queda de 0,8%

Publicado em 16 de novembro de 2018 | 13:24 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As vendas de eletromóveis registraram variação negativa de 1% no acumulado dos nove meses de 2018 em comparação com o mesmo período de 2017, informa a última sondagem do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Assim, o saldo negativo total até setembro chega ao maior patamar do ano, que em agosto já assinalava queda de 0,8%. O comércio moveleiro, especificamente, apresenta taxas negativas de -3,5% no volume de vendas e de -3,2% na receita nominal no cômputo até agora.

Na comparação entre setembro de 2018 com o mesmo mês do ano passado, a queda no comércio varejista de móveis e eletrodomésticos foi de 2,2%. O recuou exerceu, conforme o IBGE, umas das principais influências negativas na composição da taxa global do varejo – que se manteve estável a 0,1% – atrás apenas de combustíveis e lubrificantes (-5%).

Já o setor de mobiliário isoladamente variou em setembro frente ao mesmo mês do ano anterior -2,4% em volume e -1,3 em receita nominal.

No acumulado dos últimos 12 meses, as vendas de eletromóveis prosseguem positivas num ritmo de 2,3%. O indicador, que em agosto estava em 3,6%, mantém a perda de ritmo observada desde abril (9,6%). O varejo moveleiro, unicamente, já se encontra em patamar negativo neste comparativo, em taxa de 0,4% no volume e -0,1% na receita.

Vale lembrar que os resultados negativos têm como base de comparação o ano de 2017, quando o comércio de eletromóveis crescia no acumulado até setembro do ano a 8,8%, tendo atingido dezembro com alta de 9,5%, em função de um consumo reprimido pela crise econômica.

Já o potencial de compras alavancado pela Black Friday como temporada outubro-novembro, mais as vendas de fim de ano, pode acelerar a busca por móveis e eletro na reta final de 2018.

Na taxa mensal – passagem de agosto para setembro de 2018 – as vendas de eletromóveis avançaram 2%. Móveis e eletrodomésticos, juntamente com as categorias de tecido, vestuário e calçado, foram as únicas atividades pesquisadas que obtiveram resultados positivos dentro do varejo global. Este, por sua vez, recuou 1,3% no volume de vendas.


Os comentários estão desativados.

eMobile