Treinamento de vendedores contra crise no varejo

Com um consumidor cada vez menos confiante, é preciso garantir qualidade no atendimento no ponto de venda

Publicado em 27 de agosto de 2015 | 11:11 |Por: Frances Baras

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Com números em queda mês após mês, a crise no varejo já não é novidade e alguns especialistas acreditam que ela possa comprometer resultados tradicionalmente bons como são os do final do ano.

Patrícia Blümel/Revista Móbile

crise-varejo-destaque

Variedade de produtos nas lojas exige maior conhecimento dos vendedores no momento do atendimento ao cliente

Os últimos números divulgados pelo IBGE em sua Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), na primeira quinzena de agosto, apontam decréscimo real do varejo restrito de -2,2% no acumulado entre janeiro de junho. Nos últimos 12 meses, houve queda de -0,8%, considerado o pior desempenho desde 2004 pela análise do instituto.

Uma das soluções apontadas por redes de varejo de diversos portes para combater o pessimismo é o investimento no ponto de venda – mais especificamente, em treinamento dos vendedores, para aprimorar técnicas de venda e conhecimento dos produtos – o que é ainda mais importante quando se tratam de multimarcas de móveis seriados.

Leia mais:
Apostar em showroom ajuda a vender
Omnichannel no Magazine Luiza
Argumento de venda: postura é determinante

A capacitadora regional das Lojas Coppel, varejista de origem mexicana e que tem lojas no Paraná, Melaine Santos avalia que dar subsídios aos vendedores é ainda mais importante quando se trata da venda de móveis.

“É uma grande responsabilidade, porque é um produto que vai ficar por 10, 15 anos sem ser trocado na casa de um cliente”, comenta. “Uma venda mal feita de uma cozinha, por exemplo, gera devolução e prejuízo para todo mundo”, completa.

O treinamento, segundo ela, gera mais conhecimento e torna os vendedores mais seguros para o atendimento. Em recente entrevista para a Móbile Lojista, o diretor de vendas e marketing da Cybelar, Gabemar Vieira, disse que é preciso atender bem o cliente que se dispõe a sair de casa e ir até a loja.

A rede que se concentra no interior paulista tem um histórico de investimento nos colaboradores, com diversos programas de conhecimento sobre os produtos vendidos em suas filiais, que têm o mobiliário como grande foco.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile