Telasul: ano de trabalho triplicado

Diretor-executivo da Telasul, Tiago Falavigna de Biasi, fala sobre as principais apostas da empresa para 2015

Publicado em 8 de abril de 2015 | 16:55 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Marina Gallucci

"É muito cedo para falarmos se o ano vai ser bom ou ruim. Mas a nossa média de crescimento tem sido de 13 a 18%. Para 2015, é disso para mais"

“É muito cedo para falarmos se o ano vai ser bom ou ruim. Mas a nossa média de crescimento tem sido de 13 a 18%. Para 2015, é disso para mais”

Para a Telasul, fabricante de cozinhas, móveis para banheiro – e agora panelas – de Garibaldi (RS), o que diferencia o ano de 2015 é a necessidade de um trabalho ainda mais voltado para os processos internos.

“Ajustes, busca por maior eficiência e aperfeiçoamento dos produtos”, cita o diretor-executivo da Telasul, Tiago Falavigna de Biasi. Ele completa: “É isso que faz diferença na hora de enfrentar qualquer austeridade: o produto ser bom e a marca ter credibilidade”.

Ele ainda destaca que a equipe comercial e de mercado da Telasul está muito focada em inovação. “É melhoria atrás de melhoria, além de parcerias estratégicas. É a soma de tanta coisa e de muito trabalho para que essas coisas tragam resultado. Não existe uma fórmula, é trabalhar, trabalhar, trabalhar”, enfatiza.

Leia mais:
Ventos mais favoráveis após a Movelpar?
Telasul: cozinha compacta sem perder espaço
Unicasa divulga resultados do 2T14

“A nossa filosofia [na hora de desenvolver produtos] é muito simples: o mercado está precisando? É viável? Vamos fazer. Não tem muita firula”, Falvigna de Biasi

Falavigna de Biasi argumenta que a palavra ‘crise’ deve existir apenas fora do ambiente da empresa. “Deixe os outros falarem. Ela está para todos, assim como a oportunidade está para todos”, brinca. “O negócio é nos mantermos ‘focadinhos’ em um planejamento bem desenhado e uma estratégia muito bem amarrada, tudo convergindo para um objetivo de crescimento: que queremos e que, sim, conseguiremos esse ano”, anima-se.

De mascote à marca

donatela2

Como parte da estratégia de diversificação de mercados, a empresa lançou a marca Donatela Casa e Cozinha, linha de panelas assinada por sua mascote, conhecida do mercado há cerca de um ano. “É uma tendência que percebemos no mercado – com cores vivas e quentes e diferenciais que agregam”, acredita o diretor.

A coleção Temperos do Brasil é vendida em kits de quatro e seis peças nas cores preta (cominho), laranja (açafrão) e cereja (pimenta). “De alumínio, um dos melhores condutores de calor, com revestimento triplo de cerâmica. Um produto com valor percebido muito forte e preço justo”, diz Falavigna de Biasi.

 

Foco na novidade

Para isso, o diretor-executivo da Telasul disse que é a hora de ‘arregaçar as mangas’ e trazer novas coisas para o mercado. Na Movelpar, por exemplo, a empresa lançou cozinhas inéditas e ‘revigoradas’ – com tampos, cores e vidros novos –, duas portas diferentes e, ainda, um novo conceito de montagem.

“Vai ser a cozinha mais fácil de montar do mercado, então isso vai ser um agregado muito grande para o nosso público final e para o lojista”, diz.

Falavigna de Biasi ainda divide que o principal caminho para chegar nesses novos diferenciais foi o mercado, sendo esse o principal balizador na hora de lançar produtos. “Temos uma equipe muito focada em buscas de tendências, novidades e necessidades. Sempre buscamos no mercado e ele o que nos diz o que fazer e, se for possível, executamos”, encerra.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile