Rede varejista Romera vai inaugurar nove lojas no Pará

Rede varejista paranaense de móveis e eletrodomésticos abre no segundo semestre nove lojas em seis cidades paraenses

Publicado em 16 de julho de 2014 | 17:06 |Por: Portal eMobile

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação romera

Romera

Rede varejista vai inaugurar lojas em seis cidades do Pará: Santarém, Altamira, Itaituba, Uruará, Novo Progresso e Rurópolis

A Romera, varejista que tem sua sede em Arapongas (PR), vai inaugurar no segundo semestre nove lojas no Estado do Pará. De acordo com a empresa, foram R$ 5 milhões em investimentos para este avanço em seis cidades paraenses: Santarém, Altamira, Itaituba, Uruará, Novo Progresso e Rurópolis.

Segundo o diretor-executivo da Romera, Júlio Lara, o investimento todo foi “por reconhecer o crescimento desse Estado e a necessidade de atender aos novos hábitos de consumo do paraense, especialmente nos segmentos de eletroeletrônicos, celulares e eletroportáteis”. A empresa tem mais de dois mil itens em seu mix de produtos, entre eles móveis, eletrônicos, eletroeletrônicos, eletroportáteis, celulares e brinquedos.

Leia mais:
– Rede varejista Berlanda comemora 23 anos
– Varejistas de destaque em ranking do segmento
– Investimentos podem reter talentos no varejo

A rede está há 33 anos presente no mercado nacional e hoje tem 205 lojas e está presente no Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Acre, Rondônia, Amazônia, a agora avançando para o Pará. Segundo dados divulgados, a empresa já ultrapassou a marca de um milhão de clientes ativos e de R$ 1,2 bilhão em faturamento.

Foco no interior

Divulgação Romera

Romera

Júlio Lara: “Investimos R$ 5 milhões no Pará por reconhecer o crescimento e a necessidade de atender aos novos hábitos de consumo”

Em entrevista à revista Móbile Lojista, em 2013, Júlio Lara ressaltou o foco da empresa em investir nos municípios do interior. “Estrategicamente, não atuamos em grandes centros. As regiões menores têm um consumo mais direcionado, sem muitas vaidades. Nas capitais, por exemplo, as pessoas gostam de comprar marcas famosas, mesmo sem ganhar tão bem. Já no ‘sítio’, as pessoas têm dinheiro e se contentam em sair com chinelo de dedo. Com isso, sobra um dinheirinho para comprar algo na Romera”, analisa.

“Nas nossas lojas, os carnês ainda são predominantes. A vantagem deste tipo de pagamento é que o cliente está sempre na loja para pagar a conta e, com isso, cria um vínculo maior”, completa o executivo, que está na empresa há sete anos e tem mais de 25 anos de experiência no varejo.

(com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile