Especialista avalia a representação comercial no setor moveleiro

Para o consultor Marcelo Marquetto, representantes comerciais são indispensáveis para o desenvolvimento do setor moveleiro

Publicado em 2 de dezembro de 2015 | 11:00 |Por: Guilherme Stromberg Guinski

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Com a atual conjuntura econômica brasileira, 2015 foi um ano de baixos resultado e 2016 não promete ser muito melhor para alguns setores. Com a redução do IPI para móveis e eletrodomésticos dois anos atrás a venda de móveis subiu, porém estamos colhendo os frutos desta medida agora, uma vez que muitas pessoas aproveitaram o momento e adiantaram as compras. Assim, não apenas as fábricas e revendedoras do setor moveleiro foram afetadas, mas representantes comerciais foram adicionados ao 8,9% de aumento de desemprego visto no terceiro trimestre deste ano.

Marcelo Marquetto

Consultor diz que representantes comerciais são essenciaispara o setor moveleiro

Para Marquetto, 2016 será mais um ano de desafios para representantes comerciais do setor moveleiro

Com a oferta de empregos mais baixa, o mercado de trabalho para representantes comerciais do setor moveleiro se torna mais competitivo e profissionais dinâmicos e por dentro das tendências multi-plataforma saem na frente. Para Marcelo Marquetto, diretor comercial da CIM Consultoria Integrada de Marketing, “considero o representante comercial indispensável para o desenvolvimento deste setor, principalmente pelas particularidades dos produtos. Para os representantes profissionais e que possuem afinidade com o setor existem boas oportunidades.”
Marquetto ainda diz que as características necessárias para um bom representante comercial variam de acordo com o momento, tamanho da empresa e cultura organizacional, mas enumera algumas características gerais:
– Possuir identificação com o setor que vai atuar.
– Disposição ao aprendizado.
– Conhecimento técnico do produto – ajuda a superar objeções de venda dos clientes e a conseguir oferecer os melhores produtos para a necessidade do cliente.
– Habilidade de relacionamento, ser comunicativo (o que não significa falar muito, mas sim conseguir entender as demandas que surgem junto ao cliente e apresentar soluções efetivas).
– Fundamental que esteja inserido no mundo digital.
– Se manter informado sobre o mercado em que atua.
– Conhecer seus produtos, sua empresa e sua concorrência.
– Ser organizado e focado no público-alvo.
– Ter disciplina.
– Capacidade de administrar seu próprio tempo de forma produtiva.

Leia Mais:
Brasileiros devem gastar menos no Natal
Setor moveleiro fecha 2015 em baixa
Feiras moveleiras 2016: Comece os preparativos

Mais especificamente para profissionais do setor moveleiro, Marquetto  completa que um bom representante de vendas deve possuir:
– Sólidos conhecimentos dos diversos materiais que os produtos são fabricados.
– Estar focado e atento às tendências de mercado do setor.
– Conseguir compreender de forma clara o cliente-alvo da empresa.
– Carteira de cliente ativa – grande interação junto a seus clientes, acompanhando os pedidos desde a venda até a entrega dos produtos.
– Saber avaliar junto com o cliente o nível de satisfação com referência ao produto, embalagem, prazo de entrega, entre outros fatores.
– Promover o treinamento técnico para os envolvidos no processo de comercialização.
– Detectar e informar a fábrica possíveis correções necessárias em todas as etapas da venda.

A CIM continua selecionando e recrutando representantes comerciais para clientes do setor moveleiro e outros segmentos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile