Realidade virtual no varejo de móveis promove compra inovadora na Via Varejo

Dispositivo desenvolvido pela Ekantika e Studio Abacate desenvolvem aplicação nas lojas de modelo smart e digital do Pontofrio e da Casas Bahia, permitindo o consumidor simular ambientes

Publicado em 6 de fevereiro de 2018 | 16:53 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

As tecnologias de realidade aumentada e realidade virtual no varejo de móveis se apresentam como uma nova estratégia de mercado. A convergência entre a evolução da tecnologia e o desejo do consumidor de vivenciar diferentes experiências, levam os grandes varejistas a repensar os seus modelos. A rede Via Varejo, que reúne as operações online e física das marcas Pontofrio e Casas Bahia, é pioneira no Brasil em apostar nessa tecnologia para auxiliar o consumidor no momento da compra. Nesse início de ano, ela vem implementando dispositivos de realidade virtual com aplicação desenvolvida em parceria pela consultoria Ekantika e pelo Studio Abacate.

Segundo a rede, o cliente pode visualizar todos os produtos do departamento de móveis inseridos em diferentes ambientes, como sala, quarto, cozinha, em todas as diferentes variedades de cores, texturas e também poderá abrir gavetas e portas por meio dos óculos de realidade virtual. A solução faz parte da nova estratégia da companhia de otimizar o espaço das lojas, promover eficiência operacional e proporcionar uma experiência única de compra. Há uma série de lojas no modelo smart e digital que vão utilizar essa tecnologia, com abertura programada para 2018.

Divulgação Anunciattho Comunicação

Realidade virtual no varejo de móveis

A solução faz parte da nova estratégia da companhia, que busca otimizar o espaço das lojas e promover maior eficiência operacional

“No modelo tradicional, se o lojista deseja que o cliente visualize um móvel na loja, tem que tê-lo na vitrine, espaço interno ou estoque. E mesmo uma loja física que tenha um grande espaço, não consegue abrigar todas as variedades possíveis do mesmo produto; é justamente nesse contexto que entra a realidade virtual no varejo de móveis, para promover a experimentação e interação com produtos que não estão na loja”, conta o sócio-fundador na Ekantika, Boris Leite.

Desenvolvimento da realidade virtual no varejo de móveis

Ao todo, foram seis meses de intensos estudos e testes para o desenvolvimento da aplicação. Além disso, segundo a empresa, 15 profissionais do Studio Abacate estiveram envolvidos no desenvolvimento do dispositivo, nos processos de composição das plantas dos ambientes, desenhos dos móveis, produção das cores e texturas e medidas de acordo com o modelo real. A aplicação que será atualizada constantemente, de acordo com as novas ofertas de produtos da loja, tem como base um software de games, que faz uma renderização em tempo real, o que permite uma interação do consumidor com os objetos, além de uma realidade e qualidade gráfica ímpares.

Divulgação Anunciattho Comunicação

Realidade virtual no varejo de móveis

Seis meses de intensos estudos e testes para o desenvolvimento da aplicação foram essenciais na execução da ação

“Já trabalhamos no desenvolvimento de ferramentas de realidade virtual e aumentada, mas em ações de marketing, bem pontuais. Esse foi o primeiro e grato desafio de desenvolver uma proposta que fizesse parte da estratégia e dia-a-dia de vendas de uma loja” afirma o sócio-diretor na empresa de tecnologia, José Carlos França.

– Espaço Móbile Lojista: feira moveleira abre as portas nesta terça-feira em São Paulo

No Brasil há poucas startups que atuam nesse segmento que tem sido foco do Grupo Ekantika. “Estamos desenvolvendo também um aplicativo de realidade aumentada, utilizada em jogos como o Pokémon Go. Com ele, será possível por exemplo, projetar um vaso decorativo encima da mesa de jantar e ver como ficaria antes de comprar o produto, afirma Boris. A Ekantika planeja ainda desenvolver treinamentos de equipe usando realidade virtual no varejo de móveis, o que permite simular situações cotidianas enfrentadas pelos profissionais, com alto grau de realismo, aumentando assim o impacto e a absorção do conhecimento”, completa.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile