Quais são as suas prioridades ao escolher um colchão?

Além de escolher o material base para o colchão, é preciso também se atentar ao tecido utilizado no revestimento que proporcionam diferentes sensações

Publicado em 29 de agosto de 2014 | 16:10 |Por: Maria Heloisa de Miranda, equipe de conteúdo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação colchões Mannes

Tipo de tecido do colchão interfere na sensação de conforto

Além da espuma ou das molas do colchão, outro ponto importante são os revestimentos

Na hora de procurar um novo colchão, o principal aspecto que observamos é a qualidade do material base: molas ou espuma. O que muitas pessoas não sabem, é que existe um outro componente de grande importância nesse processo, que pode proporcionar diferentes sensações: o tecido de revestimento do colchão. Existem diversas opções e cada uma apresenta uma textura, conforto e resistência específico.

Os mais comuns no Brasil, segundo Diego Muller Milani, gerente de produtos da Camaleão Colchões, são a fibra de bambu, de coco e de banana e o jacquard. “Linho e o cashmere são muito utilizados também, mas nas linhas altas das fabricantes. Todos eles são misturados com outras fibras. O jacquard, por exemplo, é uma trama, na qual são combinados o algodão, que é natural, e a viscose, sintética. Também existem outras variações, com outras fibras ou com maiores porcentagens de uma ou de outra. Quanto mais fibra natural, mais macio e fresco ele é”, explica.

Leia mais:
Mercomóveis: Cristalflex apresenta ampla linha
Tecnologia no varejo é bem-vinda, desde que sutil
Serpil apresenta lançamentos na Mercomóveis

O bambu vem sendo muito utilizado nos últimos anos por ser um material com custo mediano e que proporciona frescor e toque agradável. “Outra vantagem dele é a capacidade de absorver a umidade. O cashmere tem grande elasticidade e ajuda na regulação térmica, sendo resistente e macio ao mesmo tempo, assim como o linho, que além de ser 11 vezes mais resistente que o algodão, é indicado para regiões quentes, pois se conserva sempre fresco ao toque e regula a umidade. Existe ainda o Coolmax, material inteligente muito usado em roupas de esportistas por possuir fibras que facilitam evaporação de líquidos, complementa o gerente.

Todos esses materiais trazem benefícios, mas apresentam uma diferença de preço significante. Por exemplo, o linho e o cashmere, que costumam ser empregados nos colchões top de linha das fabricantes. Outro aspecto importante de lembrar é que pelo Inmetro, o revestimento de todos os colchões vendidos no Brasil precisam passar por tratamento antialérgico e de combate a ácaros e fungos. Diante dessas informações, quando for escolher seu novo colchão lembre-se de pesquisar não só o custo, mas as características do produto para fazer a melhor escolha.

(com informações da assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile