Porta-vozes avaliam setor moveleiro a partir da Movelpar 2017

Presidente da Abimóvel, Daniel Lutz, comenta sobre expectativa do setor moveleiro para o ano a partir da feira Movelpar

Publicado em 13 de março de 2017 | 20:00 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Em sua 11ª edição, a Feira de Móveis do Paraná (Movelpar) realizada em Arapongas (PR), que iniciou hoje (13) e segue até quinta-feira (16), tem a expectativa de gerar R$ 600 milhões em negócios durante e pós-feira. Segundo o presidente do Expoara, Wanderley Vaz de Lima, esses valores é uma previsão comparada à última edição.

Gabriel Teixeira

Movelpar 2017

Daniel Lutz (Abimóvel), Wanderley Vaz de Lima (Expoara) e Irineu Munhoz (Sima

“Há dois anos atrás tivemos o montante de R$ 500 milhões concretizados, então esses valores são atualizados e corrigidos. Essa feira abre o calendário nacional da indústria moveleira. O varejo baixou seus estoques, muitas vezes até intencionalmente, pois é na Movelpar que surge as novidades e os lojistas aguardam esse momento para repor os estoques”, explica o presidente do Expoara, organizadora do evento.

O presidente da Abimóvel, Daniel Lutz, projeta o ano de 2017 com cautela, acompanhando o cenário e a confiança do consumidor na economia nacional. “Para 2017 prevemos uma pequena melhora com crescimento de 2% (em faturamento) no mercado interno, algo que não recuperará o que já foi perdido. Alguns programas, como esse do FGTS pode auxiliar, de alguma maneira, a um maior consumo de móveis, mas vamos esperar, as expectativas são positivas quanto a isso”, afirma.

“Óbvio que não chegaremos ao nível de 2014, demorará anos para isso, mas ao menos o pior já passou”
Irineu Munhoz
Presidente do Sima

“O mercado encolheu e acreditamos que ele comece a se expandir. Como a crise é geral, atingindo também a construção civil, a demanda de mobiliário é menor também, mas agora vemos que a construção civil começou a ter melhora. Além disso, o varejo sempre trabalhou com estoques confortáveis, hoje ele reduziu”, acrescenta o presidente do Sima, Irineu Munhoz.

Custo do móvel
Com o aumento do preço dos painéis de madeira para a fabricação de móveis, há a expectativa do custo maior para o móvel a partir de abril. “As empresas estão trabalhando na feira com os preços atuais. A partir do dia primeiro deste mês houve o aumento dos preços dos painéis, então as indústrias vão trabalhar com o novo valor a partir do próximo mês. É uma realidade, as paineleiras dizem que é uma necessidade, pois operaram com muito prejuízo nos últimos anos e temos que absorver e repassar”, avalia Munhoz.

Thiago Rodrigo/Revista Móbile

Movelpar 2017

Feira tem expectativa de receber 45 mi visitas de loijistas

O aumento deve chegar a cerca de 12%. “Considerando que temos um aumento na mão de obra todo ano, e também a outros produtos como o aço, o plástico que subiram, a ordem de aumento deve ser de 12% para poder repor e a empresa trabalhar equilibrada. A receita tem que pagar a despesa”, explica o presidente do Sima.

Mercado

Diante da baixa de consumo do mercado nacional, uma das soluções encontradas pelas indústrias moveleiras foi o mercado externo. “Como o mercado nacional teve uma redução de 30% nos últimos dois anos (2015/2016), o mercado externo se tornou uma válvula interessante para buscar receita. Então as empresas buscaram isso, mas há o fator do câmbio que flutua demais”, diz o presidente do Sima, Irineu Munhoz.

Presença
O governador Beto Richa também visitou a 11ª edição da Movelpar nesta segunda-feira (13). Em coletiva, ele reforçou a importância da feira, uma das maiores do setor no país, para o Estado. “É uma oportunidade de fortalecer ainda mais o polo moveleiro paranaense, que gera oportunidade de emprego, trabalho e renda”, disse e acrescentou que é uma feira “importantíssima, com os bons produtos do setor moveleiro do Paraná. Estamos aqui para renovar os compromissos com o setor e todos os que trabalham e produzem no Estado, que merecem nosso respeito e apoio”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile