Novo Mundo quer instalar indústria e CD no Pará

Planos foram apresentados pelo presidente Carlos Luciano Martins ao governador do Estado

Publicado em 29 de setembro de 2015 | 15:23 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

A Novo Mundo está desenvolvendo projeto para ambientação do mix de produtos

A Novo Mundo possui 200 lojas

De acordo com a Agência Pará de Notícias, o presidente da Lojas Novo Mundo, Carlos Luciano Martins, reuniu-se nesta segunda-feira (28) no Palácio do Governo, em Belém (PA), com o governador Simão Jatene. O objetivo foi anunciar as intenções da rede em levar um projeto industrial de fabricação de colchões e estofados para o Estado.

A rede de varejo, cuja sede é em Goiânia (GO), chegou ao Pará no ano de 2012. “Como a Novo Mundo tem foco na categoria de móveis, para nós é importante ter a produção desses itens no Pará, já que o volume de itens produzidos é grande e, consequentemente, o custo de frete do sul do país se torna muito alto”, explicou Martins.

Leia mais:
Romera diversifica e inicia atividade industrial
Novo Mundo: foco no consumidor
Qual o mix de produtos do varejo do Centro-Oeste?

Como os planos para o Pará são arrojados, segundo o presidente do grupo, a empresa pretende abrir novas lojas e, para tanto, é preciso ter um bom Centro de Distribuição (CD), para que consiga atender não só as unidades atualmente instaladas no Estado, como as que serão inauguradas. Contando com isso, a rede de varejo deseja também montar um centro de distribuição no Pará para atender toda a região. Segundo as informações publicadas, a ideia foi bem aceita. “O governador gostou e quer atender”, disse Martins.

Agência Pará de Notícias

 Carlos Martins

O presidente da Novo Mundo, Carlos Martins, disse ainda que a empresa também pretende instalar no Pará um centro de distribuição

Sobre a Novo Mundo

A Novo Mundo nasceu em 18 de abril de 1956 com uma loja de 80m² no centro de Goiânia, fundada por Luziano Martins Ribeiro. Além do proprietário, contava com mais três funcionários. Hoje, quase sexagenária, a rede de varejo de móveis e eletrodomésticos possui mais de 200 lojas espalhadas no Distrito Federal, e nos estados do Mato Grosso, Tocantins, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Pará, Amazonas, Roraima e Amapá e cerca de 6.500 colaboradores.

(com informações da Agência Pará de Notícias)


Os comentários estão desativados.

eMobile