Trabalho é inspiração e pauta da Movelsul Brasil 2018

Valor do trabalho funciona como pauta da Movelsul Brasil 2018

Abertura oficial da feira teve clima de confiança, sustentando a expectativa de retomada do setor moveleiro nacional

Publicado em 13 de Março de 2018 | 17:02 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Representantes das principais indústrias expositoras, além de autoridades e dirigentes do setor moveleiro, estiveram presentes na abertura oficial da Movelsul Brasil 2018, a maior feira de móveis da América Latina para o lojista e importador. O discurso de otimismo foi predominante, com expectativa de que a feira gere grandes negócios para a indústria de móveis e complementos. De 12 a 15 de março, o evento promovido pelo Sindmóveis Bento Gonçalves reúne 246 expositores com lançamentos que vão pautar o varejo na próxima temporada.

O valor do trabalho foi pauta de todo o pronunciamento do presidente do Sindmóveis Bento Gonçalves, Edson Pelicioli. De acordo com o profissional, o sentimento de otimismo do expositor é um reflexo do intenso trabalho que a organização da Movelsul Brasil teve nesses dois anos de planejamento e que culminou na reinvenção da feira, com novos projetos de fomento aos negócios e geração de conhecimento com o Fórum Movelsul.

“Uma feira do porte da Movelsul Brasil é muito mais que um evento de quatro dias para a indústria moveleira. Por trás de cada edição, existe um tremendo trabalho para gerarmos uma percepção positiva sobre o móvel brasileiro em torno da competitividade, da inovação e da eficiência em gestão”, comenta.

Divulgação Sindmóveis Bento Gonçalves

Movelsul Brasil 2018

Edson Peciolli comenta que o setor moveleiro é o que mais emprega, produz e que gera a verdadeira riqueza, considerando o trabalho como resposta para qualquer situação

Pelicioli também destaca o protagonismo do Sindmóveis Bento Gonçalves na condução da feira Movelsul Brasil desde 1977. O presidente pontua que a Movelsul Brasil é a feira do setor moveleiro nacional, organizada pela indústria moveleira e para a indústria moveleira. “Somos um setor que emprega, que produz e que gera a verdadeira riqueza. A nossa resposta em qualquer situação é sempre o trabalho. Lugares precisam de pessoas para terem vida e de móveis para terem uso. Quem precisa de móveis, precisa que continuemos produzindo sempre”.

Autoridades reconhecem protagonismo da Movelsul Brasil

Reconhecendo o forte potencial da feira para o mercado internacional, o representante da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Maurício Manfre, destacou que menos de 0,5% da produção moveleira é exportada. O profissional salienta que a Apex-Brasil apoia o setor moveleiro desde 1977, com projetos em parceria tanto com o Sindmóveis quanto a Abimóvel.

Pontos fortes da indústria moveleira, segundo Manfre, são a capacidade produtiva, diversidade de produtos e custo-benefício com tecnologia presente. “O Brasil concorre em um cenário absolutamente competitivo, então temos como desafio sermos reconhecidos como lançadores de tendências. Um planejamento para o mercado internacional deve estar presente no planejamento do empresário, pois a cultura exportadora é fundamental . Queremos ser reconhecidos comparativamente com os grandes do mundo. Se não estivermos prontos a agir internacionalmente, os concorrentes o farão”, aponta.

– Autoridades apontam para cenário otimista durante abertura da feira

Em seu pronunciamento, o governador do estado do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, comentou que a Movelsul Brasil tornou-se uma referência para o Brasil. “É verdade que tivemos tempos difíceis, mas também é verdade que podemos ver sinais da retomada. Sabemos que essa travessia não terminou, mas as sementes que o empreendedor plantou começam a dar frutos, como a tecnologia e os investimentos em inovação”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile