Movelpar 2017: saiba o que esteve em voga no mobiliário apresentado

A oferta de móveis seriados passa a contar com roupeiros mais amplos e cozinhas reduzidas, além de padrões madeirados escuros como tendência

Publicado em 17 de março de 2017 | 18:00 |Por: Cleide de Paula

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Como reflexo do longo período de recessão, as indústrias moveleiras que expuseram lançamentos na Feira de Móveis do Paraná (Movelpar), realizada em Arapongas (PR), entre 13 e 16 de março, não apresentaram grandes inovações construtivas. Esta é a opinião de lojistas que passaram pelo evento e que foram ouvidos pelo Portal eMóbile.

Em relação aos acabamentos, o branco e o cinza, cores que prevaleceram nos móveis seriados nos últimos anos, perderam espaço para o padrão que remete à madeira de demolição. O brilho praticamente desapareceu das peças dando lugar ao fosco, assim como o texturizado cede espaço ao acetinado.

Cleide de Paula/Revista Móbile

Movelpar 2017

Dormitórios grandes foram frequentes na feira

Para concorrer com os armários planejados, as fabricantes ampliaram as três dimensões (altura, largura e profundidade) dos guarda-roupas. Apostam nos chamados “roupeirões” as marcas Henn, Moval, Lopas, Santos Andirá, Demobile e Panan. As cômodas, em versões duplas, com mais gavetas ou gavetões, também seguem a tendência de necessidade de espaço para acomodar roupas e outros pertences.

No caso dos móveis para cozinha, para atender consumidores com baixo ticket, público estudantil e a chamada geração nômade, as fabricantes de cozinhas de madeira compactas reduziram ainda mais as dimensões das peças, ação que barateia o preço final do produto. Nessas linhas econômicas, o acabamento brilho ainda aparece, assim como as cores branco e cinza. Apostam nessa proposta Henn, Poquema e Kits Paraná.

A Indékes destacou as tradicionais portas usinadas. Nas linhas moduladas, há diferentes ofertas de acabamentos, como dobradiças fixas em portas que possuem tecnologia de amortecimento no fechamento, corrediças telescópicas para abertura total, puxadores modernos e o uso de vidro fosco e vidro Reflecta nas portas. Essas soluções foram vistas em modelos da Nicioli. Um das novidades em cozinhas em aço é o acabamento Kroma Inox nas portas apresentado pela CasaMob. Espelhos e o vidro reflecta incrementam a linha de racks, homes e painéis. Linea Brasil, HB Móveis e Caemmum apresentaram novos padrões amadeirados que variam do rústico às tonalidade de madeira mais escuras.

Cleide de Paula/Revista Móbile

Movelpar 2017

Cabeceiras almofadadas foram frequentes

Colchões e estofados
No segmento de estofados, viu-se modelos fixos, modulados, poltronas e sofás-cama e a permanência da opção do retrátil. A Simbal e a Gralha Azul investiram em estofados com molas e catracas para ajuste do conforto. As peças de maior destaque trouxeram mistura de materiais nos estofados, com detalhes em madeira e alumínio nos braços.

Os tradicionais tons de bege e marrom são complementados pelos azuis e vermelhos. Florais aparecem, na Movelpar 2017, em poltronas como detalhes das peças envolvidas em cor sólida. Os estofados também agregaram tecnologias como torres de tomadas embutidas, fitas de LED, entrada USB e porta objetos. Para aliar conforto à decoração, a Gazin renovou o mix de tecidos da linha de poltronas e inseriu pillowtop.

Anjos Colchões e Sankonfort lançaram modelos de colchões na linha molas que suportam até 150 quilos. O conforto é a preocupação comum entre as marcas. Gazin e Herval apresentaram modelos dual confort, em que um lado do lado colchão se caracteriza por ser mais firme e outro mais macio. Isso porque identificaram que o consumidor não consegue decidir qual opção o agrada mais somente testando o produto rapidamente no momento da compra.

Cleide de Paula/Revista Móbile

Movelpar 2017

Pillowtop em colchão da Anjos Colchões

Nessa Movelpar, a Gazin mostrou a coleção Intense que se destaca pelas modernas estampas de rostos de mulher que remetem ao universo dos quadrinhos. Além disso, apresentou a base fabricada em tecido de fácil higienização. Outra tendência é a substituição das cabeceiras de camas em madeira pelas estofadas. As marcas também investem em conjuntos que agregam cabeceira de cama, colchão e base com o mesmo acabamento.

Soluções para redução de custos
– Substituição de MDF por MDF parcial ou total
– Redução nas dimensões
– Opção pela impressão UV

Cleide de Paula/Revista Móbile

Movelpar 2017

Amarelo marcou presença nos móveis, combinado também com outra tendência: padrões madeirados escuros

Soluções para incrementar o produto
– Puxadores e pés metálicos ou em MDF
– Portas em vidro Reflecta
– Melhor divisão interna
– Cabideiro invertido
– Gavetas com chave
– Nichos internos em armários
– Kits de acessórios (LED, divisores de gaveta, porta-objetos)
– Maior profundidade em gavetas e roupeiros
– Corrediças telescópicas
– Portas mais largas (em cozinhas e roupeiros)
– Armários multifunção (cômoda)

Cor (móveis de madeira)
– Amarelo
– Padrão rústico
– Cores Pantone para 2017


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile