Móveis modulados e planejados: para qualquer ambiente

Os móveis modulados e os planejados são ótimas opções para suprir a demanda dos imóveis cada vez mais compactos

Publicado em 9 de janeiro de 2015 | 14:07 |Por: Marina Werneck de Capistrano

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A primeira coisa que é preciso ter em mente quando se busca um móvel modulado ou projetado é que são opções distintas. O consultor do setor moveleiro e idealizador do Portal do Montador de Móveis (POM), Claudio Perin, explica que quem compra móveis modulados aceita adaptar o ambiente aos móveis ao passo que o comprador dos móveis projetados (planejados) deseja integrar totalmente os móveis ao ambiente. “Poucos anos atrás, o mercado de modulados possuía um enorme apelo de preços quando comparado aos planejados, hoje esta diferença, embora ainda existente, reduziu”, complementa.

Perin afirma com categoria que a redução dos espaços impulsionou o mercado para este tipo de móvel, mas que os fabricantes de modulados demoraram para perceber as mudanças sinalizadas pelo mercado imobiliário. “Neste período sem ações práticas por parte da indústria, abriu-se uma enorme brecha por onde muitas pequenas marcenarias cresceram neste mercado nas áreas metropolitanas do Brasil”, diz.

Com as incertezas do mercado em 2014, o presidente do sindicato, Cláudio Bernardes, comentou em comunicado oficial no site da entidade que ainda é cedo para se analisar os efeitos da eleição presidencial no mercado imobiliário futuro. “A presidente reeleita tem pela frente vários desafios, entre os quais propostas relacionadas ao setor, principalmente no que tange questões como adequação dos parâmetros do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), novos recursos para o financiamento imobiliário e segurança jurídica, além de tantos outros”, pondera.

Divulgação Futura Ambientes

A Futura Ambientes faz produtos que se adequam para atender a maioria do público. Novos projetos e produtos diferenciados são metas da empresa para 2015

A Futura Ambientes faz produtos que se adequam para atender a maioria do público. Novos projetos e produtos diferenciados são metas da empresa para 2015

O programa do Governo é apontado por Regiane Palhari Homen, gerente comercial da linha modular da Futura Ambientes. Segundo ela, a área de atuação da marca, que é o planejado, é um mercado que vem em uma grande crescente. Com o estímulo do MCMV, os espaços ficaram menores e com isso ganharam o mercado percebeu esta anova área de atuação.

Leia mais:
Simuladores 3D são destaque na RG Móvel 13 e 14
– Catálogos comerciais são vitrine de produtos
Móbile Lojista: ‘Como será 2015′ e ‘Planejados e Modulados’

A coordenadora de Marketing da CasaMob, Adriana Paes, também ressalta que a busca por móveis em geral aumentou muito devido ao acesso a programas de financiamento tanto para imóveis como também para os próprios móveis. “A possibilidade de pagar em diversas prestações e o fato de conseguir a casa própria, levaram os brasileiros às lojas em busca destas opções e este movimento ainda deve acontecer no próximo ano”, comenta.

Diferenças

Os móveis modulados partem de uma ideia inicial sobre um espaço previamente mentalizado, uma otimização de medidas como solução de mobiliário. “Neste momento, o projeto nasce do custo, ao passo que no caso dos projetados (planejados para um ambiente específico), o projeto nasce do ambiente objetivo e não do custo objetivo. Claro que o preço é importante, mas é uma consequência e não um ponto de partida no caso dos planejados. Parece pouco importante, mas este foco de direcionamento do projeto é a grande diferença entre solução e customização”, explica Perin.

Argeu Bernardo Montador de Móveis

Na montagem dos móveis não existe uma solução pré-fabricada, uma vez que todos os ajustes são executados no local

Na montagem dos móveis não existe uma solução pré-fabricada, uma vez que todos os ajustes são executados no local

Já na montagem dos móveis, as diferenças são muito nítidas. O consultor aponta que quem monta os modulados, muitas vezes, faz fechamentos ou arremates, porém, a intervenção para por aí. “Quem monta projetos específicos (móveis planejados) pode ser obrigado a realizar reduções mono, bi ou tridimensionais. O projeto não precisa ser exato, mas precisa ter espaço de trabalho para o montador, neste caso um montador marceneiro. Os recortes são uma constante corriqueira, é preciso acompanhar rodapés, pilares, vigas ou qualquer outro elemento presente na edificação. Não existe uma solução pré-fabricada, uma vez que todos os ajustes são executados no local”, comenta, sinalizando que este não é um trabalho para leigos.

Perin alerta que o consumidor deve visitar um cliente anterior deste lojista e medir seu nível de satisfação com o trabalho desenvolvido. “A questão de preço, projeto e datas são objetivas, já essa questão do atendimento é bastante subjetiva e precisa ser acompanhada de perto”. Já o conselho para o lojista é que tenha um montador de confiança para realizar o trabalho com precisão.

O mercado

Divulgação Kappesberg

Quando o assunto são móveis modulados, o uso de ferramentas para desenvolvimento de ambientes 3D para a visualização é fundamental, e a Kappesberg oferece a ferramenta Virtual Planner que possibilita isso

Quando o assunto são móveis modulados, o uso de ferramentas para desenvolvimento de ambientes 3D para a visualização é fundamental, e a Kappesberg oferece a ferramenta Virtual Planner que possibilita isso

Ao conversar com algumas indústrias fabricantes, percebe-se que todas são unânimes em dizer que a redução dos espaços, com imóveis menores, impulsiona o mercado dos móveis modulados e dos projetados. É o caso da empresa gaúcha Kappesberg. Para o gerente comercial da marca, Roni Stein, o desejo do consumidor por ter esse tipo de mobília é antigo, assim, com as novas possibilidades oferecidas pelo mercado, esses produtos estão mais acessíveis e, consequentemente, estão se tornando uma realidade para esse público, a chamada nova classe média brasileira. Com os móveis modulados, pode-se otimizar muito os espaços menores, tornando-os ainda mais atraentes e de uso ainda mais prático no dia a dia.

Para o gerente administrativo da Inusittá, Guilherme Arruda, o mercado para o planejado cresceu muito nos últimos anos pela praticidade, ergonomia e economia de espaço que proporciona. “Muito deste crescimento se deve também aos espaços reduzidos que estão cada vez mais em evidência no mercado e ao desejo de consumo que as mais variadas marcas de modulados geram”, afirma.

Adriana, da CasaMob, complementa que os móveis planejados tiveram um crescimento muito expressivo nos últimos anos em todo o Brasil, o que deixou o mercado de móveis em geral ‘sob os holofotes’. “Os móveis modulados aproveitaram a mesma onda de crescimento dos planejados, porém, em outro tipo de canal de venda e acabam por atingir também um público um pouco diferente, mas que busca uma proposta similar aos planejados, ou seja, que encaixe perfeitamente no seu ambiente”.

Leia mais sobre móveis modulados e planejados, como pensar e projetar o resultado final, design e perspectivas para 2015 na matéria completa da revista Móbile Lojista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile