Confira novidades da movimentação no varejo

A edição 305 da revista Móbile Lojista apresenta o que há de novo no setor

Publicado em 21 de maio de 2014 | 14:09 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação Carrefour

Carrefour vê possibilidade de abrir seu capital no Brasil

Carrefour vê possibilidade de abrir seu capital no Brasil

Carrefour vê possibilidade de abrir seu capital no Brasil
No início de março o presidente global da rede Carrefour, Georges Plassat, falou novamente, durante divulgação de resultados da rede de varejo, da intenção de abrir o capital da filial brasileira no próximo ano. O executivo cogitou que a injeção de capital seja feita por meio de um parceiro local, de acordo com informações da Agência Estado. “Queremos estar prontos no fim de 2014 para começar a pensar sobre a janela para lançamento em 2015”, afirmou. Segundo Plassat, o Carrefour não tem necessidade de capital no Brasil, mas a presença de acionistas locais fortaleceria a empresa e a ajudaria a crescer no País.

Em 2013, houve uma redução no faturamento em euros do Carrefour no Brasil em 3,7%, devido ao enfraquecimento do real. Ainda assim, a filial brasileira é a segunda principal fonte de faturamento da varejista – atrás apenas da sede francesa – e o Brasil ainda carrega o título de maior receita por loja de todo o grupo. Números do balanço divulgado em Paris mostram que cada loja brasileira registrou vendas líquidas de pouco mais de 45 milhões no ano passado, mais que o dobro do visto na China – segundo melhor resultado por loja no mundo. Na França, as vendas líquidas por loja somaram 7,4 milhões.

Eduardo Merege/FGV-EAESP/GVCEV

FGV discute varejo em seminário

FGV discute varejo em seminário

FGV discute varejo em seminário
Cenários econômicos, políticos, sociais e tecnológicos foram utilizados para traçar os caminhos do varejo em 2014 em um seminário promovido pelo Centro de Excelência em Varejo (Gvcev) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV/EASP). O evento chamado “Tendências e perspectivas para o varejo 2014”, realizado no último dia 27 de fevereiro na capital paulista, trouxe ainda a apresentação de um case de posicionamento no setor e um resumo do que foi apresentado no maior evento de varejo mundial – a Conferência Anual da NRF (National Retail Federation), que aconteceu em janeiro em Nova Iorque.

Para o professor Maurício Morgado, um dos coordenadores do seminário, o evento foi positivo para os participantes. Em resumo sobre as discussões, Morgado explica que os economistas não esperam grande crescimento para este ano. “Os analistas que falaram durante o seminário acreditam em uma retomada mais forte a partir de 2016, caso as privatizações e os investimentos em infraestrutura de base vinguem. Mas também não se fala em recessão, 2014 deve ser um ano estável”, comenta e continua: “Por isso, agora é um momento para colocar a casa em ordem no varejo, preparar e treinar talentos internos, aprimorar sistemas e gerar relatórios, coisas que não necessitem de grandes investimentos, como uma preparação para esse crescimento previsto daqui dois anos”, conclui.

Varejo mundial: apenas uma brasileira entre as maiores
As Lojas Americanas são a única representante nacional no ranking das 250 maiores varejistas do mundo, segundo estudo consolidado e publicado pela Delloite, empresa de auditoria e consultoria tributária, corporate finance e outsourcing.

Com o nome de “Global Powers of Retailing” (Poderes Globais do Varejo, em tradução livre), a pesquisa foi feita com base em registros fiscais publicamente disponíveis em 2012 e análises de performances em relação a localização, setor, comércio eletrônico, entre outros.

O grupo nacional ocupou o 162º lugar no ranking, à frente de marcas mundialmente famosas como a grife americana Abercrombie & Fitch (199º), a marca de computadores Dell (207º) e a esportiva Nike (210º).

Confira os cinco primeiros lugares no ranking:

Fonte: Delloite

Dados do varejo mundial

Dados do varejo mundial

J. Mahfuz reinaugura loja em Barretos
A rede varejista paulista reinaugurou no início do mês de março sua filial na cidade de Barretos, no Oeste de São Paulo. Após reforma, a loja dobrou de tamanho, passando de 500 m2 para mais de 1000 m2. No total, são 42 lojas em São Paulo com planos de expansão para 2014.

ViaVarejo quer ampliar vendas de móveis
De acordo com informações da Agência Estado, a reformulação que vai permitir a expansão da participação neste mercado começa já a partir do segundo semestre de 2014, após a Copa do Mundo. O diretor-presidente do grupo, Francisco Valim, estima que os impactos positivos nos resultados já poderão ser sentidos no ano que vem.

Em conversa com jornalistas em São Paulo, Valim destacou que a empresa espera tornar a venda de móveis mais atraente para todos os públicos. A percepção é de que as lojas da rede, dona das Casas Bahia e do Pontofrio, já atraem clientes de diversas classes, mas que os móveis ainda não capturam a demanda de classes mais altas.

 

Divulgação Darom Móveis

Darom Móveis recebe prêmio de fornecedor

Darom Móveis recebe prêmio de fornecedor

Darom Móveis recebe prêmio de fornecedor
A rede de lojas paranaense com mais de 90 filiais no Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, foi reconhecida pela Mondial Eletrodomésticos com o “Prêmio Ouro”, pelo cumprimento da meta de vendas estipulada pelo fornecedor. Para marcar a conquista, a varejista recebeu um prêmio em dinheiro e um troféu.

Com sede em Arapongas (PR), a empresa completa 40 anos em 2014 e comemora ainda os resultados de 2013, com crescimento de 50,51% em relação a 2012. No ano passado também foram abertas 14 novas filiais.

 

Divulgação Editora Sextante

60 estratégias práticas para ganhar mais tempo

60 estratégias práticas para ganhar mais tempo

Livro: 60 estratégias práticas para ganhar mais tempo
Christian Barbosa, especialista em gestão do tempo, apresenta seu método de produtividade pessoal e oferece aos leitores um manual com dicas práticas e objetivas para resolver os problemas de má administração do tempo. As estratégias envolvem aspectos do dia a dia profissional e pessoal, como planejamento de carreira e empreendedorismo, trabalho em equipe e home office, uso eficiente da tecnologia, saúde, disposição e vida em família.

O guia ensina a ter uma vida mais equilibrada e a lidar com as novidades de um mundo em constante mudança, aprendendo com atividades práticas e diárias como: reduzir o número de atividades urgentes; empregar ferramentas simples para ganhar mais tempo; usar melhor o computador, o smarthphone e a internet; gerenciar o tempo da equipe e aumentar a produtividade; aproveitar a família e arrumar tempo para fazer atividade física, aprender outro idioma ou realizar projetos pessoais.

Confira essa reportagem completa na edição 305 da revista Móbile Lojista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile