Magazine Luiza valoriza funcionários e novas tecnologias

Varejista é considerada sexta melhor empresa da América Latina para trabalhar e quarta melhor do Brasil

Publicado em 16 de outubro de 2017 | 15:09 |Por: Érica da Costa Diniz

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Magazine Luiza, fundada em 1957, é considerada uma das maiores redes varejistas do Brasil, com 800 lojas e oito centros de distribuição. Das 100 melhores empresas para trabalhar na América Latina, divulgadas pelo Instituto Great Place to Work (GPTW), a Magazine Luiza aparece na sexta posição do ranking na categoria “grande porte” (com mais de mil colaboradores); na quarta posição de melhor empresa do Brasil e na primeira posição como melhor empresa de varejo para trabalhar do País.

Os dados  são resultados de pesquisas realizadas com os funcionários da empresa. Para ser certificada, no mínimo 70% dos colaboradores devem considerar a companhia boa de acordo com os critérios da pesquisa do Great Place to Work (GPTW). Para fidelizar seus mais de 22 mil funcionários a varejista utiliza diversas estratégias que visam o aprimoramento pessoal e profissional.

Foco no funcionário

Por meio de cursos de capacitação, cursos de idiomas, planos de recompensa (bonificação, viagens), cheque mãe, cheque educação especial (pra mães com filhos especiais), convênios para compra da casa própria, planos de saúde (que incluem pais e sogros), a Magazine Luiza consegue motivar seus colaboradores de maneira mais assertiva.

app do magazine luiza

Varejista investiu 52% em tecnologia no primeiro trimestre de 2017

A varejista também tem um canal online chamado “cresça conosco” direcionado para o funcionário. Nesta plataforma o colaborador tem acesso a cursos com conteúdo exclusivo para que ele possa se preparar para as provas de mudança de cargo, cursos de alinhamento de processos, cursos de aprimoramento específico para a sua área.

Para a Magazine Luiza, investir no bem-estar do funcionário é importante para manter os profissionais qualificados e motivados, evitando a alta rotatividade. Para os funcionários é importante porque eles percebem que são fundamentais para aquela empresa, que não serão substituídos facilmente, além da possibilidade de mobilidade de cargo, benefícios e o quanto ele está crescendo profissionalmente e pessoalmente.

Magazine Luiza digital

Além de funcionários satisfeitos, a Magazine Luiza está desenvolvendo seus setores de e-commerce e marketplace tendo um crescimento significativo nos números. Depois que a empresa firmou seu foco no digital os números só cresceram, a estratégia foi implantada por Frederico Trajano, após assumir a presidência em 2015.

Trajano implantou o conceito de transformar a Magazine Luiza em uma grande loja de varejo digital, porém, mantendo o “Jeito Luíza de ser”, os produtos serão oferecidos virtualmente, mas sem perder o calor humano, o modo especial de atender cada cliente.

Movelsul 2018 destaca diferenciais competitivos

Outra mudança na companhia ocorreu com a integração das ações realizadas pelas vendas online e físicas para que não ocorram diferenças no modo de atendimento dos clientes. A empresa fornece treinamentos para que os funcionários atendam os clientes utilizando tablets, e outros aparelhos eletrônicos que possibilitem uma compra rápida e de acordo com o que o cliente procura. A varejista foi a primeira empresa a realizar essa integração por completo no país, além de centralizar o estoque, diminuindo os gastos e perdas de produtos.

A Magazine Luiza investiu 52% em tecnologia no primeiro trimestre de 2017. O investimento na plataforma digital fez com que o lucro da companhia subisse quase 600% no segundo trimestre deste ano e chegou à marca de R$ 72 milhões. O e-commerce já corresponde a 28% dos resultados da varejista que também ampliou o seu marketplace tendo um portfólio com mais de 100 marcas vendendo por meio do Magazine Luíza.

O faturamento dos canais digitais da companhia no primeiro trimestre de 2017 cresceu 56,2% comparado ao mesmo período do ano passado. As vendas on-line já representam 28,4% do total das receitas do Magazine Luiza, um recorde desde quando a estratégia digital foi adotada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile