Magazine Luiza dobra lucro líquido no 2T14

Receita líquida tem crescimento de 28,5% no 2º trimestre de 2014 (2T14), alcançando R$ 26,6 milhões

Publicado em 1 de agosto de 2014 | 9:32 |Por: Marina Werneck de Capistrano

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Magazine Luiza obteve um dos melhores primeiros semestres da sua história, iniciado em 2013, após a integração das redes Maia e Baú. As receitas continuaram crescendo em um ritmo bastante acelerado, com crescimento no conceito “mesmas lojas” superior a 20% novamente no segundo trimestre.

A Companhia apresentou sólida alavancagem operacional, com diluição de despesas com vendas, gerais e administrativas da ordem de 2,0 p.p. em relação ao mesmo período do ano passado, mesmo com o maior investimento em marketing neste primeiro semestre, dado o patrocínio da Copa do Mundo em uma emissora de TV. Esta estratégia de mídia televisiva, com abrangência nacional, e a campanha do “Prédio pra Você” geraram efeitos muito positivos para a Companhia, evidenciados pelo desempenho de vendas no período.

Leia mais: 
Magazine Luiza tem crescimento de 26,6% na receita bruta
Varejistas de destaque em ranking do segmento
Varejistas pedem ampliação da desoneração da folha

Divulgação Magazine Luiiza

cartão de crédito do Magazine Luiza

No primeiro semestre, o lucro líquido da Luizacred alcançou R$ 75,8 milhões

A Luizacred continua trazendo importante contribuição para a formação do resultado. No primeiro semestre, o lucro líquido da Luizacred alcançou R$ 75,8 milhões (para 100% da operação), equivalente a 85% do lucro líquido obtido para o ano de 2013 como um todo. O resultado da Luizacred tem sido bastante consistente ao longo dos últimos trimestres, dado o conservadorismo na aprovação de novos créditos, bem como a política de provisões e acompanhamento da carteira existente.

Operação multicanal

A Companhia está evoluindo cada vez mais a integração das operações das lojas físicas com o site, melhorando o abastecimento nos dois canais e reduzindo o custo e o prazo de entrega das vendas realizadas via e-commerce, trazendo ganhos de eficiência na cadeia como um todo.

“Estamos cientes de que a base de comparação é mais difícil no segundo semestre deste ano e que o cenário macroeconômico continua desafiador. Permanecemos, no entanto, confiantes na nossa capacidade de superar os resultados obtidos até agora, pois além das sinergias do processo de integração das redes adquiridas, a rentabilidade da operação como um todo está evoluindo a cada trimestre de forma consistente, gradual e positiva”, analisa o CEO do Magazine Luiza, Marcelo Silva.

(com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile