Inflação aumenta em janeiro, mas mostra desaceleração

Mesmo com aumento da inflação, dado é menor que janeiro de 2016 e torna mais crível a convergência à meta de 4,5% em 2017

Publicado em 9 de fevereiro de 2017 | 10:19 |Por: Érica da Costa Diniz

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Conforme divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação aumentou para 0,38% em janeiro. Mesmo que esteja acima dos 0,30% de dezembro, o dado foi o menor para o primeiro mês do ano desde o início do Plano Real.

Dinheiro - Inflação - ConsumidorO Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi puxado pela sazonalidade de aumento de preços no mês, com destaque para tarifas de ônibus urbano e intermunicipal e alimentação. No acumulado de 12 meses, a inflação ficou em 5,35%, em forte desaceleração em relação aos 6,29% de dezembro de 2016 e dos 10,71% em janeiro do ano passado.

Para o presidente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Roque Pellizzaro Junior, a tendência de desinflação da economia torna mais crível a convergência à meta de 4,5% em 2017, o que abre ainda mais espaço para a queda na taxa de juros Selic para próximo de 10% até o final do ano.

Leia mais
Número de empresas inadimplentes cresce 5,01% em 2016
– Índice Fipe Buscapé registra deflação nos preços do varejo eletrônico
55% das MPEs apostam em investimento para aumentar volume de vendas 

“A manutenção da política monetária vigilante e a queda na demanda estão contribuindo para a queda dos preços. Aliada à evolução, ainda que demorada, do ritmo de confiança dos consumidores e empresários, esses fatores devem ter efeito positivo na evolução do cenário macroeconômico”, analisa Pellizzaro.

(com informações da assessoria)

Quer saber mais? Curta a página do Portal eMóbile no Facebook e fique por dentro do setor moveleiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile