Indústria investe em tecnologia para motivar compradores

Feira Movelpar começou ontem (9), em Arapongas (PR) e segue reunindo a cadeia moveleira nacional até sexta-feira (13)

Publicado em 10 de março de 2015 | 13:30 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação Movelpar

Compradores na Movelpar 2015

Público do primeiro dia da Movelpar 2015

A décima edição da Movelpar – Feira de Móveis do Paraná – realizada no Expoara – Centro de Eventos – deverá receber cerca de 40 mil pessoas ligadas ao setor moveleiro nos cinco dias de evento. A indústria trouxe novidades para a feira e está apostando no design, na qualidade e na tecnologia agregada ao mobiliário para criar diferenciais de competitividade e entusiasmar o mercado comprador.

Lojistas de todo o país e importadores estão no evento para conhecerem as novidades dos fabricantes e apostarem em diferenciais para o consumidor. Nelson Poliseli, presidente do Sindicato das Indústrias de Móveis de Arapongas (Sima) sublinhou que as indústrias do polo estão tecnologicamente bem equipadas e contam com mão de obra qualificada e treinada para buscar resultados positivos para o setor. “Queremos incentivar o mercado a apostar em diferenciais para continuar a crescer”, afirma.

Leia mais sobre a Movelpar:
Bertolini apresenta novidades
Senai inaugura Instituto de Tecnologia no Paraná
Feira espera visitantes de 22 países

No ano passado, o faturamento do polo no mercado interno foi de R$ 1,785 bilhões e, no externo, de US$ 101,16 milhões, o que significou um crescimento interno de 6,32% e externo de 3,77% em relação à 2013.

“Queremos crescer em torno de 8% neste ano. A inauguração do Centro de Tecnologia e Inovação no Senai de Arapongas vai contribuir ainda mais com o aprimoramento da qualificação da mão de obra, criando diferenciais competitivos para a indústria apostar no crescimento”, revela.

Para o presidente da Associação Brasileira do Mobiliário (Abimóvel), Daniel Lutz, as recentes mudanças na economia trouxeram um cenário incerto para as empresas que estão em busca de alternativas para despertar a necessidade de consumo. A valorização do dólar, segundo ele, pode significar oportunidade para novos mercados, ampliando a exportação do móvel brasileiro. “Desde que a cotação da moeda americana caiu no Brasil, o setor perdeu 50% do mercado externo. Talvez, com o dólar mais forte, possamos voltar a exportar mais”, destaca.

Segundo ele, 2015 será um ano para se aproveitar ao máximo as oportunidades do mercado, identificando ilhas de bom potencial e investindo nestes locais. “A projeção para 2015 é de alta de 3,8% nos volumes e 9,9% nos valores em reais”, afirma e completa: “Para efeito de comparação, enquanto o comércio de móveis rodou a 0,8% no Brasil, superou a marca de 10% na maioria dos estados do Nordeste, confirmando que esta será a melhor região para venda de móveis também em 2015”.

A feira conta com 168 expositores e uma expectativa de negócios superior a R$ 500 milhões. “A Movelpar tem foco na geração imediata de negócios. A data do evento propicia a definição rápida na compra de produtos para reposição de estoques, coincidindo com a apresentação dos lançamentos e tendências para o ano”, aponta o presidente do Expoara, Wanderley Vaz de Lima.

Rodadas de Negócios

Hoje (10) aconteceu o primeiro dia de rodadas de negócios do Projeto Comprador, uma parceria entre a Abimóvel e a Apex dentro do programa Brazilian Furniture. Até o dia 12, no período da manhã serão realizadas 273 rodadas de negócios entre expositores da Movelpar e importadores convidados que vieram de 13 países entre eles México, Colômbia, Equador, Moçambique, França, Honduras, Panamá, Peru, África do Sul e República Democrática do Congo.

(com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile