IDV acredita em crescimento de até 3,1%

IAV fecha em 0,5% em agosto. Expectativa do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo é de aumento de 2,7% em setembro, 3,1% em outubro e 2,8% em novembro

Publicado em 24 de setembro de 2014 | 17:05 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O mês de agosto deve registrar aumento das vendas em termos reais de 0,5% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, segundo dados do Instituto para o desenvolvimento do Varejo (IDV). O IAV-IDV é um índice antecedente de vendas. Sendo assim, o indicador do mês realizado é divulgado 30 dias antes da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além disso, o índice aponta também a expectativa dos associados para os próximos três meses.

Em junho deste ano, o IAV-IDV apresentou crescimento de 0,7% enquanto a PMC apontou -0,9% na comparação anual, mantendo assim sua forte aderência ao indicador do IBGE.

Leia mais:
Cybelar vai assumir seis lojas da Via Varejo
IBGE: Vendas no varejo recuam em julho
Tecnologia no varejo é bem-vinda, desde que sutil

O varejo de não-duráveis, que responde em sua maior parte pelas vendas de super e hipermercados, foodservice e perfumaria, apresentou queda de -2,0% em agosto de 2014 na comparação com o mesmo mês do ano anterior, abaixo do IAV de 0,50%. Em relação aos próximos meses, a expectativa é de 0,1% em setembro (em relação ao mesmo período do ano anterior), 0,7% em outubro e 0,8% em novembro.

No segmento de bens semi-duráveis, que inclui vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, ficou acima do IAV no mês de agosto com o fechamento de 3,6%, com estimativa de crescimento acelerado para os próximos meses, 6,8% em setembro, 7,4% em outubro e 6,4% em novembro.

Para o segmento de bens duráveis os associados divulgaram crescimento de 1,4% no mês de agosto deste ano em relação ao mesmo mês de 2013. Para os meses subsequentes a expectativa de crescimento é de 2,9% em setembro, 2,8% em outubro e 2,1% em novembro de 2014.

(com informações do IDV)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile