ICVA: Vendas no varejo continuam em retração

Saldo positivo das lojas de móveis, eletro e departamento não foi suficiente para registar aumento no setor

Publicado em 18 de dezembro de 2015 | 11:33 |Por: Pedro Luiz de Almeida

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Shutterstock

icva

Inflação no varejo ampliado ficou em 8,2% no acumulado dos últimos 12 meses.

O Índice Cielo de Varejo Aplicado – ICVA, divulgado no dia 15 de dezembro, pelo Instituto Cielo, não traz dados muito otimistas para o setor varejista: 5,5% de retração para o varejo em novembro, informa a pesquisa.

O desempenho do varejo ampliado, que considera também veículos automotores e materiais de construção, no mês de novembro poderia ter sido ainda pior, não fosse a boa representatividade do setor de móveis, eletro e lojas de departamentos, impulsionados pelas vendas da Black Friday.

De acordo com os indicadores do Serasa Experian, o movimento do comércio das lojas de móveis e eletro, apresentou crescimento de 0,8% em relação com outubro.

Em valores deflacionados (considerando as taxas de inflação ao longo do ano) o índice aponta uma retração de 5,5% no mês de novembro em relação ao mesmo mês do ano passado. Já em valores nominais (sem considerar a inflação), o recuo seria de 2,2%.

Ou seja, se o dinheiro do consumidor brasileiro de novembro de 2014 tivesse o mesmo poder de compra em novembro deste ano, as vendas no varejo ainda seriam menores no comparativo, porém, a redução seria de 2,2%.

Shutterstock

icva

Sem efeitos de calendário, a retração foi de 4,4% em comparativo com o mesmo mês do ano passado

Leia mais:
– IEMI realiza estudo sobre mercado de móveis planejados
– Varejo digital segue em alta no Brasil
– Atividade do Comércio continua em queda

Black Friday
A Black Friday, que neste ano aconteceu no dia 27 de novembro, teve um crescimento nominal de vendas de 14,5% na comparação com a edição anterior. Durante a Black Week – última semana de novembro, incluindo a própria sexta-feira de descontos –, o crescimento nominal atingiu 11%.

Os percentuais ficaram acima da média do ICVA nominal para novembro. As vendas na última semana, alavancadas pelas promoções do período, ocasionaram um relativo aumento no montante das vendas, sem esta representatividade, os índices seriam ainda mais baixos.

Considera-se também para efeito de analise, que novembro foi prejudicado pelo calendário, foram dois feriados, um sábado a menos e uma segunda feira a mais, comparado contra o mesmo mês de 2014.

Shutterstock

icva

De acordo com o indicador do Serasa Experian, atividade no comércio varejista de móveis e eletrodoméstico apresentou alta de 0,8% no comparativo com outubro.

Quanto as regiões, todas elas apresentaram retração no varejo pelo ICVA. O Nordeste teve a menor redução (4,2%), seguido do Sudeste, Centro-Oeste, Sul e Norte, que computaram respectivamente, 5,5%, 5,6%, 7% e 7,1%. Os dados são do comparativo com o mês anterior, outubro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile