Gestão de e-commerce ganha nova ferramenta

Lojas MM estão entre as empresas que aderiram à plataforma, mas selo de confiabilidade pode beneficiar pequenos varejistas

Publicado em 13 de agosto de 2015 | 15:17 |Por: Frances Baras

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Divulgação ConfiaNet

gestao-ecommerce-confianet

Coelho: “Empresas de todos os portes podem se beneficiar; mesmo as grandes marcas têm perdas de vendas por desconfiança do usuário.”

O comércio eletrônico é uma das modalidades que mais crescem em novos usuários e em faturamento no Brasil, mas lojas menores ou não muito conhecidas pelos consumidores acabam pagando pela falta de segurança e problemas de gestão de e-commerce.

Foi justamente a desconfiança natural gerada nas compras virtuais que levou o empreendedor Henrique Coelho, que já havia fundado junto a um grupo de amigos a startup Pagar.me, a criar o ConfiaNet ainda no ano de 2014.

Ele contou em entrevista ao Portal eMobile que foi no contato com os clientes da ferramenta de pagamentos online que ele percebeu a necessidade dos sites de e-commerce deixarem claro que seriam confiáveis.

“Infelizmente, no Brasil, é muito comum você comprar um smartphone e receber em casa um tijolo. A fraude está presente no dia a dia das pessoas e o medo do consumidor faz com que as conversões de venda na internet sejam baixas, especialmente para os lojistas menores”, exemplifica.

Leia mais:
Fecomércio-RS lança solução de e-commerce
Aplicativos facilitam atendimento ao consumidor
Pesquisa avalia experiência no comércio eletrônico

Coelho relata que, muitas vezes, o consumidor até encontra condições melhores em alguns produtos em e-commerces menores, mas recorrem a grandes lojas pela desconfiança.

O selo do ConfiaNet é encontrado apenas em sites verificados, que são considerados idôneos e que verdadeiramente entreguem os produtos ou serviços que vendem, segundo o fundador.

Divulgação ConfiaNet

gestão-ecommerce-ConfiaNet_tela

Tela que leva o consumidor às informações sobre o certificado do e-commerce

“Juntamente com profissionais de auditoria e análise de risco de grandes bancos e operadoras de cartão de crédito desenvolvemos um processo baseado nas normas internacionais de boas práticas e da ISO 10008:2013”, detalha.

A varejista paranaense Lojas MM, por exemplo, tem em seu site a aba do ConfiaNet. O consumidor interessado em fazer suas compras na plataforma pode clicar e ter informações sobre a confiabilidade da loja. Acessando o certificado, ele confere CNPJ, endereço e telefone fornecidos pela empresa.

Resultados

Alguns dos sites certificados chegaram a ter as vendas aumentadas de 40 a 80%, indica o empreendedor. A expectativa inicial, lembra, era de que a conversão dos sites de comércio eletrônico verificados aumentasse de 10 a 15%.

As vantagens são também para o consumidor que tem mais segurança em fazer suas compras no e-commerce em que encontrar as melhores condições. Caso ele veja o selo em uma empresa com a qual já teve problemas, também existe a possibilidade de informar por meio de um e-mail da ConfiaNet disponível junto às informações do próprio certificado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile