Gazin estuda volta ao e-commerce

De forma a respeitar as particularidades de cada uma das frentes de negócio do grupo, a rede varejista revê atuação multicanal

Publicado em 24 de agosto de 2015 | 8:30 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Divulgação Gazin

GPTW

Empresa estuda modelo de e-commerce regionalizado

A Gazin que, além de atuar no varejo, possui frente de negócios no atacado e na indústria, tomou a decisão de encerrar as atividades no e-commerce em julho de 2013. “Tínhamos alguns problemas de ferramenta e outras questões comerciais que precisavam ser acertadas. Como a Gazin está de vários lados da mesa, o canal estava no meio de tudo isso e acabava atrapalhando um pouco.”

A afirmação é do gerente Geral do Varejo da Gazin, Julio Cezar da Silva, que, em entrevista à última Revista Móbile Lojista, de número 320, contou para a equipe de reportagem os planos da rede na revisão e reestruturação da atuação multicanal. Hoje, a venda pela internet é só para os clientes pessoa jurídica do atacado e a venda para o cliente final acaba sendo pelo varejo físico ou por meio de pequenas operações televenda em algumas unidades estratégicas da rede, em um modelo regionalizado.

Leia mais:
Gazin é premiada duas vezes no BR Week
Como avança o omnichannel no Magazine Luiza
Móbile Lojista 320: como mora o brasileiro?

“Em 2016 queremos instalar uma ferramenta de venda online nessa concepção para que, no momento que o consumidor insira o CPF, todo atendimento seja encaminhado pela loja mais próxima, promovendo agilidade e relacionamento próximo”, revela o gerente que também compartilhou sobre testes de vendas pelo Facebook.

Para isso a informação é fundamental, e a empresa está testando também câmeras para medir fluxo e mapear zonas quentes. “Possuímos a nossa carteira própria e já conseguimos guardar dados sobre o cliente através de consulta e passagem nas nossas lojas; vamos usar isso ao nosso favor para sermos mais assertivos.”

Tiger

Divulgação/Gazin

Gazin mantém contato com os clientes por meio de SMS para noticiar promoções ou planos especiais

Gazin mantém contato com os clientes por meio de SMS para noticiar promoções ou planos especiais

A varejista também se prepara para a nova geração do Sistema Tiger, instalado em 2014 e usado por meio de tablets pelos vendedores. “Melhoramos em 50% a conversão. Hoje conseguimos trocar todas as ofertas instantaneamente conforme a mensuração do desempenho”. A nova versão será colocada ainda esse ano no ar pela Gazin. O gerente garante que as atualizações diminuirão ainda mais o tempo de fechamento e, até o final de 2015, o cliente que usa cartão ou tem crediário aprovado já poderá pagar direto com o vendedor.

Segundo Silva, hoje além de todo catálogo online – com informações de disponibilidade em loja, no CD ou no que a rede está a receber de produtos – com o sistema é possível consultar o perfil do consumidor e gerar um histórico de atendimento. “O vendedor consegue ver tudo o que realizou naquele dia. Fazer uma autoavaliação. Cria relacionamento com o cliente e estar sempre em contato”, encerra.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile