Índice Fipe Buscapé aponta queda dos preços no e-commerce

Completando 16 meses em decesso no mercado digital, a deflação apresenta 4,03% na comparação anual e queda de 0,63% mensal

Publicado em 19 de abril de 2018 | 14:43 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Os preços do e-commerce registraram deflação de 4,03% em março, de acordo com dados mediados pelo Índice Fipe Buscapé. Com isso, são 16 meses consecutivos de deflação anual, ou seja, comparada ao mesmo mês do ano anterior. Na comparação ante ao mês de janeiro, os preços do comércio eletrônico apresentaram queda de 0,63%, dando sequência a tendência de decesso nesses números.

O Índice de Preços Fipe Buscapé acompanha os preços de produtos oferecidos no e-commerce brasileiro desde 2011. São considerados cerca de 41 mil produtos únicos, que representam aproximadamente 80% das compras por meio deste canal. O índice é calculado com base em mais de 3 milhões de preços mensais, extraídos da plataforma do Buscapé, e em pesos derivados de pesquisa anual com cerca de 3,6 milhões de e-consumidores, realizada pela Ebit.

Dos dez grupos monitorados pelo índice, a maioria apresentou redução em março, tendo a queda sido impulsionada, principalmente, pelas categorias telefonia e celulares (-12,76%), esporte e lazer (-5,53%) e fotografia (-4,28%). Informática (-3,21%), moda e acessórios (-1,40%), e eletrônicos (-0,87%) também apresentaram queda. No campo oposto, registraram aumento de preço os grupos de casa e decoração (0,18%), eletrodomésticos (0,71%), cosméticos e perfumaria (2,58%) e brinquedos e games (5,31%).

Preços gerais no e-commerce

Por conta da composição e características, a cesta de produtos do e-commerce tende a ser deflacionária em condições ideais de mercado. A comparação é feita sempre dos mesmos produtos, que propendem à desvalorização com a disseminação da tecnologia, lançamento de um produto superior na mesma categoria ou troca de coleção e mostruário. “Preços em queda no e-commerce são sempre um bom sinal do ponto de vista macroeconômico, pois mostram que existe uma certa estabilidade no cenário”, comenta o CEO do Buscapé, Sandoval Martins.

– Especialista detalha tendências em tecnologias para o varejo de móveis

A inflação dos preços gerais, medida pelo Índice de Preços do Consumidor (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi de 2,68% nos últimos 12 meses terminados em fevereiro, abaixo do piso do intervalo de meta inflacionária de 3%, o que mostra que os preços do comércio eletrônico tiveram variação de -6,5% em relação aos preços gerais da economia.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile

Acompanhe o emobile nas redes sociais

Linkedin
Facebook