Entrevista: Via Varejo e a experiência no Sudeste

A diretora-executiva de Marketing e Inteligência de Mercado da Via Varejo, Flávia Altheman, fala sobre atuação no Sudeste

Publicado em 5 de outubro de 2015 | 16:25 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Dando continuidade ao projeto do Mapa do Varejo/Casa do Consumidor, a próxima edição da Móbile Lojista apresenta as particularidades do mercado e do consumidor do Sudeste, na publicação de número 322 – em circulação em breve. Entre as redes consultadas para o material está a Via Varejo, cujas bandeiras Casas Bahia e Pontofrio encontram-se no ranking das 10 maiores da região.

Sobre a atuação do grupo no Sudeste, a diretora-executiva de Marketing e Inteligência de Mercado da Via Varejo, Flávia Altheman, cedeu com exclusividade entrevista à equipe de reportagem – material você confere na íntegra abaixo:

Divulgação Via Varejo

Pontofrio

Diretora-executiva da Via Varejo, Flávia Altheman, avalia que as barreiras de consumo vêm diminuindo com a evolução dos mercados

Portal eMobile – A história das duas bandeiras da Via Varejo confunde-se com o desenvolvimento do setor no Sudeste. Como enxerga a transformação do mercado nesses anos?  
Flávia Altheman – O varejo está em fase de amadurecimento. Os players devem investir em pesquisas que revelem profundamente os anseios do seu consumidor para oferecer as soluções de atendimento adequadas, e nas diferentes plataformas. A Via Varejo continua a ampliar a presença de unidades físicas da Casas Bahia e Pontofrio e tem um plano de expansão robusto para os próximos anos, com investimentos não apenas em lojas, mas em toda a cadeia.

Qual bagagem do ponto de vista de mercado a Pontofrio trazia do Rio e a Casas Bahia de São Paulo que vocês consideram importantes após fusão?
Flávia – Consideramos que as duas marcas, dentro de suas histórias, trazem experiência, conhecimento e legado dos consumidores brasileiros para a Via Varejo. Por mais que suas origens tenham sido nas praças do Rio de Janeiro para o Pontofrio e São Paulo (São Caetano do Sul) para Casas Bahia, hoje temos abrangência nacional. O consumidor brasileiro está cada vez mais experiente com o varejo, mais atualizado com informações e com maior poder de escolha. É importante entender o comportamento e acompanhar a evolução desse consumidor para oferecer a melhor experiência de compra, independente da praça.

Leia mais:
Via Varejo divulga lucro líquido
Casas Bahia investe em novo ambiente de exposição de móveis
Pontofrio adota novo modelo de venda online

Como o Sudeste tem se transformado com a entrada de bandeiras de outras partes do País?
Flávia – O Brasil é um País de dimensões continentais e ainda com concentração de empresas, pessoas e renda na região Sudeste. Entendemos que o mercado mais concentrado tende a ter mais e maiores desafios que mercados em desenvolvimento. A necessidade de diferenciação, a competição por market share, o custo maior e o diversos fatores externos, por exemplo, influenciam diretamente no negócio. A medida que o mercado evolui, a necessidade de ser surpreendente e inovador passa a ser proporcionalmente maior.

Divulgação/Via Varejoe

Flavia Altheman_Via Varejo_v2

“É um mercado altamente competitivo com inúmeros desafios. Estar ao lado dos consumidores e entender seus desejos e necessidades nos leva a entregar a melhor experiência de compra. E é isso que praticamos todos os dias”

É possível compartilhar detalhes sobre oportunidades e como se comporta o mercado?
Flávia – O País todo é rico em oportunidades, tudo depende do modelo de negócio que se deseja estabelecer naquele mercado. Há mercados em que há ainda baixa penetração de produtos/serviços, ou seja, grande oportunidade para atender a essa demanda represada. Em outros casos, há carência de melhor prestação de serviços para que o mercado evolua. As grandes capitais do Brasil têm consumidores de diferentes perfis com diferentes comportamentos e necessidades. É preciso entender o potencial de cada mercado e traçar estratégias para entregar as expectativas desses consumidores.

No Sudeste, qual o perfil de consumo de móveis nas lojas da Via Varejo?
Flávia – Acreditamos que as barreiras de consumo vêm diminuindo com a evolução dos mercados e também da internet. Em um passado não muito distante, o acesso às referências de design era mais restrito, os produtos de design eram mais segmentados e a competitividade das empresas era menor. Os consumidores evoluíram no jeito de pesquisar e de comprar, e têm acesso às inovações e tendências. A atualização é constante e cada vez mais rápida. No caso de móveis, há também um desejo de perseguir o estilo pessoal. Por exemplo, jovens tendem a comprar produtos com linhas mais modernas de cores variadas, já os clientes mais tradicionais preferem escolher produtos com linhas, cores e estilos mais clássicos. Há clientes que valorizam mais a qualidade e a durabilidade em comparação com o preço e design. Através de pesquisas, acompanhamento do consumidor, monitoramento de mercado e do setor identificamos as diferentes demandas para adaptar nossa atuação em diferentes categorias.

“Lançamos duas lojas com o conceito premium store do Pontofrio, uma loja com área de vendas que associa oferta de produtos sofisticados, atendimento personalizado e um ambiente físico com tecnologia 4D, possibilitando experiências sensoriais únicas aos clientes”

Acreditam que existam particularidades no comportamento do consumidor que se reflita em formas de pagamento, jeito de atender, relacionamento com o cliente, entre outros elementos?
Flávia – Sim, com certeza. A experiência com a marca precisar acompanhar a dinâmica do mercado e do consumidor. Quanto mais coerente com o posicionamento das marcas e com as expectativas do consumidor, melhor. Por isso, há grande importância de entender e acompanhar os consumidores. Hoje, as marcas precisam entregar proposta de valor e isso quer dizer oferecer experiências que façam o consumidor guardar reputação positiva na sua mente e seu coração. É um desafio constante evoluir o modelo de negócio e fazer com que os pontos de contato entreguem valor e engajem clientes fiéis e promotores das marcas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile