Eletrolar Show trouxe varejistas e novidades a SP

A 10ª edição da Eletrolar Show encerrou no dia 23 com R$ 2 bilhões em negócios fechados na feira e que serão concretizados após seu encerramento

Publicado em 24 de julho de 2015 | 9:43 |Por: Dayanne Catherine Wozhiak, equipe de Conteúdo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Divulgação Eletrolar Show

Eletrolar Show

Em comemoração aos 10 anos, a Eletrolar Show trouxe a São Paulo varejistas de outros países da América do Sul

A 10ª edição do Eletrolar Show encerrou ontem, 23. Varejistas de todos os portes estiveram presentes na feira que tinha por objetivo mostrar as novidades em eletros a fim de impactar o mercado e criar as demandas do segundo semestre de 2015, pois, segundo o dirigente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros) Lourival Kiçula, será no segundo semestre que 75% das vendas do varejo irão se concentrar.

Divulgação Eletrolar Show

Eletrolar Show

Forno de pizza da Hamilton Beach

Porém, ainda de acordo com o dirigente, é necessário que os varejistas tomem medidas para criar, no brasileiro, a confiança de voltar a consumir, considerando os baixos índices de consumo de janeiro a junho deste ano, em eletroportáteis (19%) e em linha branca (11%). “O varejista precisa fazer com que o consumidor compre a prazo, oferecendo o maior número possível de parcelas, ainda mais que agora o “pacote de maldades” do governo parece ter estancado”, disse.

Com foco em negócios, durante quatro dias a indústria e o varejo de todos os portes tiveram a oportunidade de selar novas parcerias, fortalecer as já existentes, abrir novos canais de venda, diversificar o portfólio e fechar pedidos. O montante entre os negócios fechados na feira e os que serão concretizados após seu encerramento atinge R$ 2 bilhões.

E para comemorar os dez anos da Eletrolar Show, a organização patrocinou a vinda de 600 compradores de grandes redes que não têm sede em São Paulo e também de 100 da América do Sul. O ano foi de projeção internacional para o evento, com a presença de compradores da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Entre os visitantes da feira, estavam também varejistas argentinos, como o coordenador geral de compras da Cetrogar, Daniel Meinardi, que foi à Eletrolar pela primeira vez e aproveitou para fazer contatos com empresas brasileiras. A rede Cetrogar tem 70 filiais e o coordenador acredita que “no segundo semestre do ano é que se concentra a maior demanda de consumo”, porque aproximam-se o dia das crianças, comemorado em agosto na Argentina, e o dia das mães, em outubro e o natal.

Leia mais:
Começa a décima Eletrolar Show em São Paulo
Conhecimento é sinônimo de argumento de venda
Consumidores pretendem mudar padrão e economizar

Também esteve presente o gerente de compras de linha branca, Rafael Guastavino, da Garbarino. A rede de eletros é uma das maiores da Argentina, com 120 lojas. Ele contou que ficou impressionado com a disponibilidade de eletroportáteis no mercado nacional. Foram apresentados muitos lançamentos do segmento na 10ª edição da feira. Graças a essa variedade de soluções e à facilidade de compra, esses produtos enquadram a mais tradicional das categorias de eletros e aquecem o mercado.

Divulgação Eletrolar Show

Cafeteira My Coffee

Cafeteira My Coffee da Oster

Uma das novidades em eletroportáteis apresentada na feira foi o forno de pizza, da Hamilton Beach. Ele aquece o alimento em apenas 15 minutos, tem recipiente giratório para cozimento uniforme e aquecimento superior e inferior, a forma é antiaderente e acomoda pizzas de até 30 cm, fresca ou congelada. Outra novidade é a cafeteira pessoal My Coffee, da Oster, que prepara o café diretamente em uma jarra que pode ser levada pelo consumidor.

O vice-presidente da Rede Novalar, Christiano Villar L. Raposo, também foi à Eletrolar Show e se mostrou otimista em relação às vendas do segundo semestre, em especial as de smartphones, que segundo estimativas da rede, devem crescer 30% em relação a 2014. A varejista tem filiais em 18 municípios de Rondônia e duas sedes, uma em Jaru e outra em Ariqueme.

(Com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile