No e-commerce, previsão é que Natal cresça 22%

Segundo a E-bit, comércio eletrônico deve atingir faturamento de R$ 5,2 bilhões e parte das compras serão antecipadas no Black Friday

Publicado em 27 de novembro de 2014 | 11:41 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação E-bit

Diretor da E-bit, Pedro Guasti: "com exceção de casos pontuais, até os maiores e-commerces, que costumam ter mais casos, conseguiram diminuir consideravelmente as reclamações"

Diretor-executivo da E-bit, Pedro Guasti: “Muitas das compras de Natal devem ser antecipadas neste Black Friday”

A procura por presentes de Natal já começou e a estimativa do mercado para o e-commerce está acima da esperada pelo varejo off-line (tradicional), de acordo com a E-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico.

As compras de bens de consumo nos sites de e-commerce brasileiros devem atingir faturamento de R$ 5,2 bilhões este ano, segundo a empresa.  O valor representa um crescimento nominal de 22% se comparado ao mesmo período de 2013, quando o faturamento chegou a R$ 4,3 bilhões.

A previsão é de que, no período entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro, sejam feitos aproximadamente 14,5 milhões de pedidos com tíquete médio próximo de R$ 360 nos sites de e-commerce.

“Apesar do momento de baixa confiança na economia, o e-commerce sempre cresce mais que outros setores, pois oferece maior facilidade de comparação de preços, mais informações e vantagens comerciais aos consumidores”, comenta o diretor-executivo da E-bit, Pedro Guasti.

Leia mais sobre e-commerce:
20% dos visitantes usa dispositivo móvel
E-commerce brasileiro deve faturar R$ 39,5 bi este ano
Empresários apostam em venda on-line de móveis

Essas conveniências atraem cada vez mais os e-consumidores, que para o Natal deverão chegar a 9 milhões de pessoas. Além disso, comenta o diretor-executivo da E-bit, deve haver, assim como em 2013, uma antecipação das vendas para a data na Black Friday.

“Muitos consumidores aproveitarão as ofertas para já fazer suas compras de Natal e os próprios lojistas esperam por isso e estão se preparando para poder atender a essa demanda”, lembra Guasti.

Entre os produtos que serão mais procurados, segundo E-bit, estão os condicionadores de ar e refrigeradores, celulares e Smartphones, notebooks, tablets e televisores.

(com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile