Dia dos Pais deve movimentar R$ 10,7 bilhões este ano

Dia dos Pais deve movimentar R$ 10,7 bilhões este ano

Segundo pesquisa do SPC Brasil e CNDL, 57% dos consumidores devem presentear no Dia dos Pais, percentual maior do que no ano passado. Gasto médio será de R$ 125,00

Publicado em 3 de agosto de 2017 | 10:44 |Por: Pedro Luiz de Almeida

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

De acordo com um levantamento realizado, em todas as capitais, pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 57% dos brasileiros — 86,1 milhões — têm intenção de compra no Dia dos Pais, 8% a mais do que no ano passado. O valor médio das compras será de R$ 125, nas classes A e B, já nas demais estratificações o gasto com presentes cai para R$ 111. A estimativa do instituto é que a data injete cerca de R$ 10,7 bilhões na economia.

No referido aos valores destinados a compra, os dados mostram que 13% pretendem gastar mais do que no Dia dos Pais do ano passado, 38% planejam desembolsar o mesmo valor e 26% revelam que deverão gastar menos com a compra dos presentes.

iStock

Dia dos Pais

59% pensam em comprar um presente melhor, mas 45% acham que os presentes encareceram

Entre aqueles que planejam gastar menos, as principais razões são o orçamento apertado (43%), a intenção de economizar (35%), o cenário instável da economia do País (31%), outras prioridades financeiras (20%) e redução salarial (10%).

“Como a maior parte não deverá ampliar seus gastos, cabe aos varejistas compreender as limitações financeiras dos consumidores a fim de estimulá-los às compras. O consumidor está cauteloso para consumir e é importante oferecer opções de menor custo para presentear nas datas comemorativas”, afirma o presidente da CNDL, Honório Pinheiro.

Hábito de compra
Segundo o estudo, a procura pelo presente dos pais deve se intensificar ao longo dos próximos dias: 41% dos entrevistados pretendem ir às compras na primeira semana de agosto, já 34% deixarão para adquirir os presentes na véspera da data. Além disso, cerca de seis em cada dez compradores deverão fazer pesquisa de preço e 25% afirmaram que mesmo com contas em atraso pretendem gastar.

Shutterstock

Dia dos Pais

Seis em cada dez compradores farão pesquisa de preço

“A inadimplência é prejudicial tanto para o consumidor quanto para o lojista. É importante respeitar o próprio bolso, planejar os gastos e fazer pesquisa de preço, dando prioridade ao pagamento à vista”, explica o educador financeiro do portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli.

– Confira as perspectivas de venda

Opinião compartilhada pela economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti. “Em um momento em que as pessoas estão inseguras em seus empregos, comprar o presente à vista em dinheiro pode ser uma boa alternativa para fugir do endividamento”, orienta Marcela.

Com relação à forma de pagamento, 75% dos entrevistados pretendem pagar à vista — 66% em cartão e 9% em dinheiro — e outros 16% optara pelo cartão de crédito na hora de comprar os presentes de Dia dos Pais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile