Consumidores querem varejo além do multicanal

Estudo detalha o que deve ser o futuro do varejo, com base em pesquisas com 15 mil consumidores online em todo o mundo

Publicado em 9 de maio de 2014 | 15:12 |Por: Frances Baras

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Ali Kemal Ergelen

Consumidor exigente e mais tecnológico representa desafio para varejistas

Consumidor exigente e mais tecnológico representa desafio para varejistas

O protagonismo do consumidor e a necessidade de pensar em soluções multicanal para o varejo vêm sendo amplamente discutidos por especialistas, principalmente em eventos que antecederam e aconteceram logo após a Retail’s Big Show, conferência anual da NRF (National Retail Federation, ou Federação Nacional do Varejo, nos Estados Unidos).

A PwC, empresa no segmento de consultoria e auditoria, no entanto, em seu estudo “Alcançando o Varejo Total: Expectativas do Consumidor impulsionando o próximo Modelo de Negócios do Varejo” chama a atenção para o chamado “Varejo Total”, o que vem a ser o futuro do setor e, após pesquisa com 15 mil consumidores online de todo o mundo, indica expectativas que eles têm a respeito do varejo.

“Os custos e complexidades do gerenciamento de um modelo de varejo multicanal são muito grandes e oferecem poucas recompensas para beneficiar a experiência do cliente”, diz Steven Barr, especialista em varejo e comportamento do consumidor da PwC nos Estados Unidos.

Leia mais:
Berlanda pretende crescer 20% em 2014
Moveleiras começam a se instalar no polo de Arapiraca
Copa do Mundo: brasileiros vão manter hábitos de consumo

O especialista acrescenta que os consumidores de hoje estão acostumados a terem tudo a seu alcance, tornando-se mais tecnológicos do que os varejistas. “Nosso relatório conclui que os consumidores têm expectativas rigorosas que desafiam a experiência de compra de hoje e, em resposta, os varejistas devem abraçar o que a PwC está chamando de Varejo Total”, orienta.

Expectativas dos consumidores em relação ao varejo

  • Histórias de marca e experiências: A maior parte dos entrevistados se dizem atraídos por marcas com uma história convincente e que cause engajamento. A confiança na marca continua sendo fator importante na decisão de compra.
  • Ofertas personalizadas, mas com segurança: Com o auxílio do Big Data, é possível e recomendável conhecer o consumidor, mas o estudo mostrou que ele está preocupado com a privacidade e segurança das suas informações.

 

Confira essa reportagem completa na edição 305 da revista Móbile Lojista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile