Consumidor diminui visitas ao ponto de venda

Apesar da preocupação com o cenário atual da economia, todas as classes impulsionaram o consumo no primeiro semestre deste ano

Publicado em 1 de setembro de 2014 | 16:00 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Sxc.hu

Consumidor da Classe C segue como peça importante no crescimento do consumo e registra um aumento de 5% em volume no 1º semestre de 2014 no preço médio, segundo pesquisa da Kantar Worldpanel

Consumidor da Classe C segue como peça importante no crescimento do consumo, com 5% de crescimento em volume no 1º semestre no preço médio

Estudo realizado pela Kantar Worldpanel mostra que a frequência de compra do consumidor brasileiro foi reduzida em todas as classes, principalmente nas baixas, aumentando os itens comprados a cada ida ao ponto de venda, na busca de um maior equilíbrio para o bolso.

Os resultados do estudo Consumer Insight vêm como reflexo do baixo crescimento registrado no País no ano passado e de que as incertezas e o aumento dos preços e da inflação preocupam quase metade dos brasileiros.

Por outro lado, segundo o levantamento, apesar de toda essa preocupação, todas as classes impulsionaram o consumo no primeiro semestre deste ano. As classes A/B, por exemplo, apesar de terem diminuído a ida ao ponto de venda em menos 3 vezes, tiveram um aumento de 3% em volume e em itens adquiridos a cada viagem.

Leia mais:
Consumidor brasileiro é mais racional, segundo SPC
McCann traça diferentes perfis do consumidor
O perfil do consumidor de cozinhas

Já a classe C registrou aumento de 5% em volume, e reduziram em 6 vezes a ida ao PDV, mas também adquiriu +13% em itens por ocasião. As classes D/E chamaram atenção, pois registram crescimento de 6% em volume consumido, e 20% de produtos adquiridos, mesmo diminuindo em 5 visitas ao ponto de venda.

As metrópoles se destacaram no consumo nesse primeiro semestre, comparado com o do ano anterior. São Paulo e Grande RJ registraram um aumento no volume médio por ocasião de compra de 13%, e 7% respectivamente. Já as demais regiões começam a estabilizar o seu consumo. No Norte e Nordeste, os consumidores diminuíram 6 vezes sua ida ao ponto de venda, porém registraram +19% em volume médio comprado.

O Sul foi outra região que também registrou uma diminuição na frequência, mas +15% em itens comprados por ocasião e o Centro-Oeste +6% de produtos comprados em cada ida ao supermercado. Já o Interior e Leste do Rio de Janeiro deixaram de ir 9 vezes ao ponto de venda, porém consumiram +16% em volume médio.

(com informações de assessoria de imprensa)


Os comentários estão desativados.

eMobile