Comércio de móveis e eletrodomésticos cai 3,6%

Entre março e abril de 2015, o movimento geral do comércio teve queda de 1,2% segundo o Boa Vista SCPC

Publicado em 28 de maio de 2015 | 11:10 |Por: Renata Bossle

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Embora no resultado acumulado de 12 meses os indicadores apurados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) tenha registrado um crescimento de 1,4%, o movimento do comércio caiu 1,2% em abril, de acordo com dados nacionais do varejo, com ajuste sazonal.

Divulgação Boa Vista SCPC

Movimento do comércio

Indicador de movimento do comércio – Março de 2015

 

Ainda segundo os dados divulgados, na variação acumulada em 12 meses (maio de 2014 até abril de 2015 contra os 12 meses antecedentes) houve elevação de 1,4%, desacelerando 0,5 p.p. com relação a março, mantida a base de comparação. Na análise contra o mesmo mês do ano anterior houve elevação de 0,5%.

Leia mais:
Série: Vencendo a crise no setor moveleiro
Como os cupons podem ajudar o varejo
Casa Cor Goiás segue até 24 de junho

O indicador continua apresentando desaceleração em sua tendência de longo prazo, fato observado desde meados do segundo semestre de 2014 – acompanhando o resultado oficial para o setor varejista medido pelo IBGE. Para 2015, fatores macroeconômicos como elevação de juros, piora do mercado de trabalho, aumento de tributos e inflação em patamar elevado deverão afetar mais intensamente a confiança e o poder de compra do consumidor. Assim, a expectativa da Boa Vista SCPC é de que as vendas varejistas registrem crescimento de apenas 0,5% em 2015, valor abaixo do aferido em 2014.

Setores

Dentre os principais setores, o de Móveis e Eletrodomésticos apresentou queda de 3,6% entre março e abril, descontados os efeitos sazonais. Nos dados sem ajuste sazonal, a variação acumulada em 12 meses foi 1,9%.

A categoria de Tecidos, Vestuários e Calçados também caiu 1,3% no mês, expurgados os efeitos sazonais. Já na comparação da série sazonal, nos dados acumulados em 12 meses houve alta de 2,7%.

A atividade do setor de Supermercados, Alimentos e Bebidas caiu 2,0% no mês na série dessazonalizada. Na série sem ajuste, na análise acumulada em 12 meses houve elevação de 1,5%.

Por fim, o segmento de Combustíveis e Lubrificantes subiu 2,2% em março – considerando dados dessazonalizados. Na série sem ajuste por sazonalidade, a tendência de longo prazo (dados acumulados em 12 meses) apresentou elevação de 2,4%.

Divulgação Boa Vista SCPC

Movimento do comércio

Indicador de movimento do comércio por setores

 

Procura por crédito

A Boa Vista SCPC também divulgou que a procura do consumidor brasileiro por crédito caiu 10,2% na análise de longo prazo, avaliada pela variação acumulada em 12 meses (maio de 2014 a abril de 2015 contra os 12 meses antecedentes). Essa queda é recorde desde a criação do indicador, há cinco anos. Na análise mensal (abril de 2015 contra março de 2015) houve queda de 1,2%, descontados os efeitos sazonais. E na avaliação interanual (abril de 2015 contra abril de 2014) o recuo foi de 13,8%.

A conclusão é que o consumidor tem sido mais cauteloso em tempos de incertezas econômicas. Como consequência, a procura por crédito vem desacelerando, consecutivamente, desde meados do segundo semestre de 2014, resultado observado tanto pela queda mensal, quanto na tendência de longo prazo (verificada pela variação acumulada em 12 meses).

Os fatores macroeconômicos também têm contribuído decisivamente para piora do índice ao longo dos últimos meses. A alta das taxas de juros, a inflação consistentemente elevada e a piora do mercado de trabalho são algumas das variáveis condicionantes deste cenário. Levando em consideração o ambiente macroeconômico para 2015, a Boa Vista SCPC acredita que uma inflexão da tendência da procura por crédito somente se concretizará com a melhoria da confiança na economia, cenário factível caso se consolidem os ajustes de política monetária e fiscal, atualmente em curso.

(com informações da assessoria de imprensa; atualizado em 28 de maio, às 11h45)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile