Cai intenção de compra para o 3º trimestre

Segundo o Provar, queda na intenção de compra deve ser provocada por consumidores estão mais cautelosos e poupadores

Publicado em 2 de julho de 2014 | 17:10 |Por: Portal eMobile

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Pesquisa realizada pelo Programa de Administração do Varejo (Provar), Fundação Instituto de Administração (FIA), em parceria com a Felisoni Consultores Associados, revela que a intenção de compra para o terceiro trimestre caiu. No estudo, 46,8% dos pesquisados pretendem adquirir um bem durável entre os meses de julho e agosto, ante os 54,2% registrados no segundo trimestre deste ano.

O estudo foi realizado entre os dias 2 e 15 de julho, na cidade de São Paulo, com 500 entrevistas para o varejo. Já para compras na internet, foram consultadas 3521 pessoas, entre os dias 4 e 24 de junho. No geral, constatou-se que os consumidores estão mais cautelosos; ou seja, houve um aumento no valor economizado e da proporção de pessoas que pouparam no segundo trimestre.

Provar

Estudo revela queda na intenção de compra do varejo

Estudo revela queda na intenção de compra do varejo

A amostra analisou a intenção de compra e de gasto em relação a diversas categorias de produtos (“Eletroeletrônicos”, “Informática”, “Cama, mesa e banho”, “Cine e Foto, Móveis”, “Telefonia e Celulares”, “Material de Construção”, “Linha branca”, “Vestuário e Calçados”, “Automóveis e Motos”, “Imóveis”, “Eletroportáteis” e “Viagens e Turismo”), avaliando também a utilização de crédito nas compras de bens duráveis.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, mais adequada às atividades sazonais do varejo, o índice representa uma queda de 3.8 p.p., já que no terceiro trimestre de 2013, 50,4% dos entrevistados sinalizavam a intenção de comprar pelo menos um item de uma das mesmas categorias de bens duráveis pesquisadas. Esta é a intenção mais baixa entre dos terceiros trimestres desde 2002, quando se verificou o patamar de 21,9%.

Leia mais:
– Marcos Pazzini comenta mudanças no consumo
– Mulheres no comando do consumo
Vendas de móveis devem cair nos próximos meses 

Segundo o presidente do Conselho do PROVAR/FIA, Claudio Felisoni de Angelo, os resultados do levantamento reforçam a ideia da forte desaceleração do consumo em 2014. “Já no trimestre passado observa-se a menor intenção de compra nos últimos dez anos. Agora, essa nova sondagem reitera o fraco desempenho das vendas de varejo. O percentual de intenção de compra é o mais baixo dos terceiros trimestres desde 2002”, afirma o especialista.

Provar

Intenção de compra de cada categoria questionada na pesquisa

Intenção de compra de cada categoria questionada na pesquisa

E-commerce

As mesmas considerações são reforçadas levando em conta as intenções de compras na internet. O indicador ficou em 84,7%, apresentando uma nova queda de 1 p.p. para este terceiro trimestre de 2014 em relação ao segundo trimestre do ano (85,7%). Entre os itens com maior intenção de compras no e-commerce estão: “Telefonia e celulares” (28,6%), “Informática” (26,6%) e, “Eletroeletrônicos” (25,3%).

(com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile