Henrique Tecchio fala sobre potencial de Bento Gonçalves

Em entrevista exclusiva, conheça o perfil da região moveleira de Bento Gonçalves de acordo com o presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio

Publicado em 25 de abril de 2014 | 15:04 |Por: Marina Gallucci

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Com possibilidade de crescer em tecnologia e design, o polo moveleiro de Bento Gonçalves foi o principal tema da entrevista realizada pela revista Móbile Lojista com o presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio.

Divulgação Sindmóveis/ Carlos Ben

Henrique Tecchio: polo tem móvel competitivo em termos de qualidade, mas sofre com fatores que encarecem o custo da produção como logística e falta de investimento em infraestrutura

Henrique Tecchio: polo tem móvel competitivo em termos de qualidade, mas sofre com fatores que encarecem o custo da produção como logística e falta de investimento em infraestrutura

Móbile Lojista – O polo de Bento Gonçalves por sua dimensão e concentração de fabricantes tem uma produção bem diversificada. Você consegue analisar quais são as principais características do móvel bento-gonçalvense?
Henrique Tecchio – Em nosso polo temos um segmento que se destaca, que é o de planejados que, por sua vez, também tem diversos fabricantes e atinge diversas classes econômicas, pois várias empresas reúnem marcas específicas dentro do mesmo grupo. São móveis planejados desde os níveis D e C ao A e A+. O polo se diversifica desta forma. Também temos empresas que trabalham com o móvel seriado. No caso do mobiliário planejado, embora destinado para o mercado interno, temos algumas empresas com lojas exclusivas ou franquias fora do Brasil, mas são poucas. Elas têm suas redes de lojas e as abastecem. Essa é uma característica da região, se não a principal. O seriado é para redes de lojas multimarcas, grandes magazines e exportação.

Leia mais:
Entrevista: Mário Gazin analisa mercado e consumo no varejo
Varejo gaúcho registra crescimento superior à média nacional
Varejo: Marcas mais valiosas apostam em relacionamento

Lojista – Quais os principais destinos dos móveis exportados?
Tecchio – Mesmo que tenha acontecido uma queda de 7,5% em 2013, ainda mantemos uma margem grande de exportação. Os principais destinos estão concentrados nos países das Américas Central e do Sul, com destaque para Peru, Venezuela, Chile, Uruguai e Argentina. A África também recebe uma quantidade boa, onde África do Sul, Namíbia, Moçambique e Angola são os principais destinos.

Confira a entrevista completa na edição 304 da revista Móbile Lojista.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile