Bed in Box da CBP promete agilidade e praticidade ao mercado consumidor

Produtora da marca americana King Koil aposta no modelo de “colchão na caixa” para atender a demanda por agilidade na entrega

Publicado em 1 de fevereiro de 2019 | 17:51 |Por: Luis Antônio Hangai

A fabricante de colchões CBP, produtora das marcas americana King Koil e nacionais Inducol e Celuplás, está apresentando ao mercado brasileiro mais um lançamento: o Bed in Box. Inspirado no conceito que vem ganhando espaço nos EUA e Europa, o colchão na caixa visa atender uma demanda de mercado que preza pela praticidade nas operações logísticas das empresas de varejo, bem como pela facilidade de transporte do produto até a casa do consumidor.

Segundo a supervisora de desenvolvimento de produtos e marketing da CBP, Michele Rodrigues, a ideia de lançar o colchão encaixotado ganhou fôlego após a empresa constatar na última edição da feira Las Vegas Market a demanda por produtos do gênero “grab and go” – também conhecido no Brasil como “pegue e leve”.

“A partir de então iniciamos o processo para a aquisição de equipamentos específicos de compactação do colchão e desenvolvimento do produto. Como diferencial temos a praticidade total para o consumidor, que hoje valoriza a agilidade. Ele pode comprar nas lojas de departamento ou encomendar pela internet, ou seja, pegar ou receber o colchão de acordo com o canal de compra de sua preferência”, explica a supervisora.

Em junho de 2018 a Zissou também começava a distribuir colchões na caixa

De acordo com ela, o Bed in Box tem um prazo limite de 24 horas para voltar ao tamanho original após ser retirado da caixa, mas este tempo costuma ser bem menor – em testes de laboratório o produto já estava pronto para o uso em menos de uma hora.

Divulgação CBP

Campanha de marketing da CBP para o Bed in Box

Para fazer a compactação, o produto é enrolado com uso de tecnologias específicas e não altera a qualidade das espumas e do molejo. Além da praticidade, o Bed in Box conta também com o diferencial de ser fabricado em espuma viscoelástica e látex.

“O design foi criado a partir das tendências mais atuais do mercado, apresentadas nas versões de mola ou espuma com o suporte e nível de conforto ideais. Em apenas três passos o consumidor terá a mesma experiência de sono e conforto dos modelos de alto padrão que são vendidos tradicionalmente”, enfatiza Michele.

Os pilares do modelo Bed in Box

A CBP desenvolveu o seu modelo Bed in Box com base em dois pilares:

Eficiência logística: sistema de compactação que reduz em até 70% o volume do colchão e aumenta em 200% a eficiência logística. Essa é uma vantagem na parceria produtor e lojista devido aos ganhos na redução do custo do frete. A compactação também faz a quebra das células das espumas tornando o colchão adaptável ao corpo do usuário mais rapidamente.

Tecnologia e praticidade: promete acabar com a espera pela entrega, seguindo o conceito “pegue e leve” (consagrado no exterior e que vem se popularizando no Brasil), onde o consumidor leva os produtos no ato da compra, adquiridos com melhor valor sem custo de entrega e montagem. Outra vantagem é a simplificação da montagem, que pode ser feita por uma única pessoa em apenas três etapas: tirar o colchão da caixa, abrir a embalagem e esperar 24 horas pela forma original.

“O consumidor está mais exigente, mais prático e versátil. Antenado a todas as novidades e tendências. Querem o melhor produto, o melhor preço, e querem rápido! Para que nossos clientes atendam a esse perfil de compra, decidimos manter a agilidade da empresa oferecendo colchões que correspondam ao dinamismo dessa era”, diz o diretor executivo da CBP, Paulo Gomes.


Os comentários estão desativados.

eMobile