Campanha contra aumento da PIS/COFINS é lançada no Paraná

Projeto de aumento do PIS/COFINS gera mobilização nacional com lançamento em Curitiba

Publicado em 23 de novembro de 2015 | 11:13 |Por: Guilherme Stromberg Guinski

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Acontece hoje (23/11) na Fecomércio-PR, às 14 horas, o lançamento da campanha “Mobilização Nacional Contra o Aumento do PIS/COFINS”. Reunindo advogados, representantes políticos, entidades e lideranças do setor de varejo e serviços, o evento tem por objetivo barrar a proposta que unifica os tributos Programa de Integração Social e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (PIS/COFINS).

A proposta, em discussão no congresso, tem por objetivo a unificação dos dois tributos e consequentemente a simplificação na arrecadação, já que ambos são praticamente idênticos. Contudo, esta mudança, que teria pouco impacto na indústria, causaria uma incidência tributária quase três vezes maior sobre o setor de serviços, repassando este aumento diretamente ao consumidor e travando investimentos e a geração de novos empregos tendo um impacto ainda maior na recessão econômica atual.

Leia Mais:
Varejistas apostam em liquidações para enfrentar a crise
Treinamento de vendedores contra crise no varejo
Blog: Como sobreviver à crise

Atualmente a arrecadação do PIS/COFINS para empresas com faturamento maior que R$3,6 milhões por ano, podem optar por calcular os tributos a partir do seu lucro presumido (sistema optado pelo setor de serviços) pagando 3,65% sobre o valor da receita bruta, sem a possibilidade deduzir este valor de outras fontes. Já para as empresas que calculam sobre o lucro real (mais vantajoso para a indústria), os valores sobrem para 9,25%, no entanto é permitida a dedução em algumas despesas ou insumos já pagos por fornecedores.

Com a simplificação do sistema de apuração do PIS/COFINS, todas as empresas passam a pagar estes tributos no sistema de lucro real, o que não é nada vantajoso para o setor de serviços e varejo, já que não têm de onde deduzir estes valores. Isso causaria um aumento automático nos preços de produtos e serviços como internet, saúde e transporte.
Segundo dados divulgados na última terça-feira (17/11), outubro fechou como o sétimo mês de recuo na arrecadação federal. Especialistas preveem que a unificação no PIS/COFINS deixaria a situação ainda pior, apesar do governo prever um aumento de R$30 bilhões em arrecadações.

Serviço:
Lançamento da Mobilização Nacional Contra o Aumento do PIS/COFINS
Data: 23/11/2015
Horário: 14 horas
Local: Auditório da Fecomércio PR (7º Andar)
Endereço: Rua Visconde do Rio Branco, 931 – Centro, Curitiba – PR
Inscrições: 0800 643 6 346


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile