As últimas tendências do varejo mundial

Tecnologia tem mudado os hábitos de compra, obrigando lojistas a avaliar sua clientela e a rever ações no ponto de venda e nos canais online

Publicado em 14 de abril de 2015 | 10:00 |Por: Portal eMobile

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Antonio Cruz/ABr

Segundo dados divulgados pela Serasa Experian, após ter avançado 0,9% em setembro, a atividade do comércio ficou praticamente estável em outubro

A edição 315 da Revista Móbile Lojista aborda novos hábitos de consumo

Não podemos falar de tendências do varejo sem mencionar a influência da internet e, principalmente, das redes sociais, uma vez que a web mudou a maneira tradicional de comprar produtos. Muitos estudos têm sido feitos na tentativa de entender os hábitos desse novo tipo de consumidor, que prefere comprar sem sair de casa.

É importante saber o que ele compra, quanto gasta em suas compras, que tipo de artigos ele prefere, qual o horário ele faz suas compras, se ele gostaria de um atendimento online, entre tantos outros questionamentos, sem esquecer da missão principal: como fazer para influenciar suas compras.

Leia mais:

O que o novo consumidor quer do varejo?
Revista Móbile Lojista está de ‘cara nova’
Ações sustentáveis são necessidade no varejo

As empresas de varejo devem investir esforços para aproximar-se de seus clientes e entender suas preferências, a fim de criar um vínculo de fidelização com seu consumidor. Satisfação do cliente é um velho conceito que praticamente se renova cada vez que falamos em novas tendências. Clientes satisfeitos são propensos a retornar à sua loja, falam bem para os amigos e atraem mais clientes em potencial. Clientes insatisfeitos agem de forma inversa e numa proporção muito maior.

Outra tendência que fica muito nítida no varejo é em relação à sustentabilidade. Percebe-se claramente uma preocupação das empresas em adotar ações que denotem seu envolvimento com as causas ambientais, a fim de usar isso como marketing, proporcionando uma imagem correta para seus clientes usuais e para os clientes em potencial. O que no início foi adotado em função da obrigatoriedade imposta pelo governo, aos poucos vai se tornando uma prática natural.

 

Shutterstock

O big data no varejo está entre as novas tendências

O big data no varejo está entre as novas tendências

Treinamento é algo que vai marcar as ações do varejo daqui em diante. A cultura do improviso aos poucos vai deixando o segmento, dando lugar para planejamento e capacitação. Os gestores entenderam que investimento em treinamento proporciona melhores resultados em todos os aspectos, desde o atendimento até o pós-venda, o que justifica a inclusão desse item nas prioridades a serem relacionadas. O varejo será caracterizado por uma gestão mais profissional. A capacitação não atingirá somente o nível de atendimento, mas se estenderá até os gerentes e supervisores.

Outro ponto a ser considerado é a expansão por meio de franquias. As empresas que desejam ampliar sua atuação no mercado nacional têm nas franquias uma ótima opção, pois elas possuem a vantagem de oferecer riscos menores. O segredo é estabelecer critérios bem definidos e oferecer o suporte necessário aos franqueados, para que alcancem o mesmo sucesso, pois quem ganha com isso é a marca.

O varejo passa por profundas e significativas mudanças, mas o empenho de cada gerente e cada colaborador poderá fazer com que essas alterações se revertam em benefícios, para que a relação de consumo se consolide cada vez mais e ótimos resultados sejam alcançados.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile