Artigo – ‘Três tendências para o mercado de móveis’

Adriana Papavero – diretora da Lectra América do Sul comenta sobre as tendências do mercado moveleiro que vão impactar produtos e serviços

Publicado em 27 de julho de 2015 | 14:26 |Por: Sandra Solda

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

Divulgação Lectra

Adriana Papavero - Lectra - portal

Adriana Papavero: “Nos mercados globalizados atuais, os consumidores esperam mais por menos – e mais rápido do que nunca”

Três grandes tendências vão impactar os produtos e serviços das empresas segundo a WGSN, uma das principais agências mundiais especializadas na previsão de tendências. São elas: a personalização dos produtos; a capacidade de acompanhar o ritmo acelerado de demanda por novidades e as novas formas como os consumidores se relacionam com as marcas, cuja principal característica é o engajamento.

Em nossa experiência global, posso afirmar que essas previsões também se aplicam à indústria de móveis no Brasil. E posso afirmar com ainda mais certeza que essas tendências geram uma complexidade cada vez maior nos processos criativos e de produção.

Se analisarmos a questão da personalização, por exemplo, é fácil observar que conforme a demanda por móveis customizados aumenta, a complexidade da produção também aumenta. Quando os consumidores já não se contentam em escolher materiais, e começam a querer misturar e combinar designs modulares, selecionar acessórios, como descanso de cabeça ou porta-copos, e até incluir funções de movimento e tecnologia em seus móveis, algo se modifica no processo produtivo.

Esses complementos tornam o desenvolvimento mais demorado e criam desafios significativos para a produção. Mais complexidade significa mais chances de errar. É necessário testar mais desenhos e criar cada vez mais protótipos, o que pode aumentar o time-to-market, colocar pressão sobre os recursos, aumentar custos e, por fim, ameaçar margens. Você sabia que 30% de todos os protótipos físicos produzidos nunca chegam a ser comercializados?

Os mesmos níveis de impacto terão as outras tendências levantadas pela WGSN. Nos mercados globalizados atuais, os consumidores esperam mais por menos – e mais rápido do que nunca. Acelerar a produção, exige um desenvolvimento eficiente de produto e processos inteligentes. Se pensarmos que um protótipo físico custa de três a cinco vezes o custo final de um móvel fabricado, e cada novo modelo requer de três a oito protótipos, podemos calcular os benefícios de se incluir o máximo de inteligência possível em todo esse processo.

Leia mais:
Qual o tamanho do varejo de móveis brasileiro?
– ARTIGO – ‘A política que não deixa o Brasil crescer’
– As últimas tendências do varejo mundial

O novo modo como os consumidores se relacionam com os produtos e as marcas é o terceiro ponto que não pode ser desconsiderado pelas empresas. Os consumidores de hoje desejam consumir produtos e serviços criativos, de qualidade, com preços justos, mas também, que sejam produzidos de maneira responsável, por empresas que se preocupam com o bem-estar da comunidade onde estão inseridos e com as questões que podem impactar o planeta. Os consumidores querem admirar as empresas que produzem os produtos que consomem. Eles esperam responsabilidade social e ambiental desses produtores. Nos Estados Unidos, segundo o “American Furniture Industry: 2014 Industry Watch Update”, móveis ecológicos vendem mais do que móveis na categoria “Fabricado nos EUA”.

A tecnologia desenvolvida pela Lectra incorpora atributos planejados especialmente para oferecer às empresas produtoras de móveis estofados o que elas precisam para acompanhar as mudanças do mercado e dos consumidores. As soluções para design, desenvolvimento de produto, aproveitamento de materiais, análise e corte de couro, (além de tecidos e matérias sintéticos), têm por objetivo tornar o processo criativo e de produção mais rápidos, mais eficientes, mais flexíveis e, como resultado, mais lucrativos. A Lectra já ajudou vários de seus clientes a reduzirem o desperdício de couro em até 15%. Sua solução de desenvolvimento de produto em 3D torna desnecessária a produção de protótipos físicos.

Acreditamos que o sucesso de uma empresa hoje será tanto maior quanto mais estiver apta a acompanhar as mudanças do ambiente em que atua. A Lectra está focada em apoiar os seus clientes neste desafio. É isso o que temos feito há 43 anos em todo o mundo e há mais de 20 no Brasil.

Por Adriana Papavero – diretora  da Lectra América do Sul


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile