Anjos do Brasil instala fábrica de colchões na Paraíba

A ideia é iniciar as operações da nova unidade fabril já em 2016 para atender melhor as regiões Norte e Nordeste

Publicado em 2 de outubro de 2014 | 17:08 |Por: Maria Heloisa de Miranda, equipe de conteúdo

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Renata Bossle/Revista Móbile

Colchão Brasilian touch anjos colchões

A linha Brasilian Touch foi destaque na Movelsul 2014

No início de setembro, a direção do Grupo Anjos do Brasil – que administra a rede de franquias Anjos Colchões – assinou um protocolo de intenção junto ao governo da Paraíba para instalar na região da Grande João Pessoa sua nova fábrica de colchões. A inauguração está prevista para 2016. A ideia é iniciar as operações da nova unidade fabril para atender melhor as regiões norte e nordeste.

Com essa unidade, serão três fábricas da rede. As outras duas estão situadas em São Paulo e no Paraná. Na região do nordeste a marca tem quatro lojas, no Maranhão, Alagoas e duas no Rio Grande do Norte, número que deve crescer com a impantação da nova fábrica. “A localização da nova fábrica também é estratégica, porque ela será construída bem no centro do Nordeste, entre a Bahia e o Ceará, o que vai facilitar muito a distribuição e a questão logística”, avalia o diretor geral da empresa, Claudinei dos Anjos.

Leia mais:
– Lojistas poderão negociar cartão com mais de um banco
– Colchões de látex: como vender?
– As prioridades ao escolher um colchão

As previsões dão conta de um investimento de R$ 10 milhões na instalação dessa nova unidade fabril, dos quais, 30% serão destinados ao maquinário, visando aplicação em tecnologia e modernização da produção no mercado de colchões. Estima-se que a instalação da nov unidade gere 40 oportunidades de emprego inicialmente, número que pode chegar a 100, quando a fábrica atingir seu pleno funcionamento.

Para os cargos de gerência, a Anjos Colchões vai levar profissionais que já atuam na unidade da região Sul, para treinar e liderar a nova equipe. “Assim que definirmos o local exato do terreno onde a nova fábrica será construída, vamos alugar um local próximo para instalar provisoriamente uma fábrica piloto, onde a equipe será treinada antes que a fábrica definitiva seja inaugurada. Para nós, o mais importante é qualificar as pessoas, formá-las, treiná-las e capacitá-las em nosso padrão”, explica Claudinei.

(com informações da assessoria de imprensa)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile