Transformando dados em vendas de móveis

Como e por que o varejo de móveis precisa se preocupar com a análise preditiva

Publicado em 3 de janeiro de 2019 | 10:00 |Por: Thiago Rodrigo Pereira da Silva

A análise preditiva no varejo de móveis é simplesmente um termo sofisticado para a capacidade de prever o comportamento do cliente usando dados. A ferramenta pode ser usada para prever com precisão quando, onde e por que os clientes compram determinados produtos e serviços.

Essa técnica tem sido usado há décadas para se determinar absolutamente tudo, desde prêmios de seguro de vida até práticas de contratação. Os clientes de seguro de vida em potencial são avaliados com base em uma lista predefinida de comportamentos, condições de saúde e histórico de saúde individual para determinar seu risco e, portanto, o prêmio necessário para assegurá-los. Com o tempo, as seguradoras descobriram que certos conjuntos de dados previam com mais precisão a probabilidade de uma pessoa custar dinheiro à seguradora.

Da mesma maneira, os gerentes de contratação recrutam novos talentos examinando conjuntos semelhantes de dados. Esses dados, como histórico de trabalho, referências e pontuações de crédito, têm a capacidade de prever a probabilidade de êxito de um candidato em uma determinada posição.

Ao criar estratégias de marketing para aumentar as vendas e conquistar novos clientes, é crucial segmentar os segmentos de clientes certos no momento certo. Mas como se faz isso?

Não só olhando para os dados, mas incorporando os dados à estratégia de marketing. Muitas equipes de marketing praticam o chamado “marketing intuitivo”. Em vez de analisar os dados, criam estratégias usando basicamente o que significa adivinhação.

Multimóveis baby lança linha retrô

A análise preditiva no varejo de móveis, por outro lado, oferece a capacidade de prever os hábitos de compra do cliente com base no comportamento anterior e no perfil físico, psicológico e geográfico atual. Esse método leva em consideração informações demográficas, histórico de compras, comportamento on-line e uma variedade de outros pontos de dados que você já pode ter em seus clientes ou que podem anexar aos registros de seus clientes para melhorar a previsão.

Em seguida, essa informação é usada para não simplesmente explicar o comportamento passado, mas para prever o comportamento futuro. Quando se está um passo à frente de clientes, pode dar a eles o que eles querem, quando querem.

Além de auxiliar a aumentar as vendas, a análise preditiva reduz significativamente os custos de marketing, permitindo que o lojista de móveis gaste apenas em estratégias que realmente funcionam segmentando clientes que provavelmente comprarão.

Sua loja utiliza análise preditiva? Como os dados são usados na sua empresa para prever o comportamento do cliente?

(publicado originalmente na revista Furniture World Magazine)


Os comentários estão desativados.

eMobile