AliExpress disponibiliza 21 abas na categoria móveis

Fundado há quatro anos, o site chinês AliExpress se tornou popular em países como Rússia e Brasil

Publicado em 30 de dezembro de 2014 | 15:08 |Por: Marina Werneck de Capistrano

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Divulgação

Variedade de produtos na categoria móveis do AliExpress para o Brasil

Variedade de produtos na categoria móveis do AliExpress para o Brasil

O AliExpress é uma plataforma de vendas que faz parte do grupo Alibaba.com, grupo este que, no segundo trimestre deste ano, ganhou mais do que Amazon.com e Ebay juntas, segundo matéria publicada na Revista Exame.

O site vende milhões de produtos, em mais de 20 grandes categorias de produtos, que vão desde roupas e acessórios para eletrônicos, joias, autopeças e móveis – incluindo peças de decoração e iluminação.

Ao contrário do que muitos pensam, o AliExpress não gerencia o transporte ou logística dos produtos entregues. “Temos parcerias com prestadores de serviços aprovados e os vendedores usam para fornecer serviço de transporte confiável para os compradores. Os vendedores tem de lidar com embalagem e logística reais individualmente, e se envolver com os compradores diretamente para providenciar o transporte”, afirma o grupo chinês em entrevista exclusiva ao Portal eMobile. O comprador pode encontrar mais informações na página de envio e entrega no site da AliExpress. Das vantagens em comprar no site estão preços acessíveis e frete grátis.

Leia mais:
E-commerce: 20% dos visitantes usa dispositivo móvel
Furniture China: 98% dos expositores querem voltar
Comércio Brasil-China totaliza US$ 42,28 bilhões

Ao serem questionados sobre o aumento da pedidos via e-commerce e como supri-los mundialmente, o grupo afirma que, ao longo dos últimos anos, tem visto uma enorme demanda por produtos vendidos no AliExpress dos consumidores em vários mercados que não falam inglês, como a Rússia, Brasil, Espanha e Israel. “É por isso que nós nos esforçamos para incluir localização contínua em nossa plataforma para atender às línguas locais e hábitos de consumo”, revelam.

Mudança de hábitos em plataformas também são citadas pelo grupo. “Dada a crescente conveniência via smarthphones, também acreditamos que os compradores, em breve, passarão do PC para o celular. Por esta razão, estamos constantemente melhorando as nossas opções de pagamento móvel, geolocalização e incorporando promoções de marketing para esses apps”, finalizam.

Leia mais sobre e-commerce na sexta edição do Projeto Conteúdo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile