Autoridades apontam para cenário otimista durante abertura da Movelsul Brasil 2018

Autoridades apontam para cenário otimista durante abertura da Movelsul Brasil 2018

Cerimônia de abertura da Movelsul Brasil 2018 foi marcada por discursos otimistas e sobre a importância do trabalho durante período de crise

Publicado em 12 de Março de 2018 | 18:31 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Nesta segunda-feira (12) foi realizada a abertura da Movelsul Brasil 2018, uma das principais feiras do setor moveleiro na América Latina. O evento, que chega à sua 21ª edição, segue até dia 15 de março, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS), apresentando produtos tradicionais e lançamentos de 246 expositores: 5% a mais do que o contabilizado em 2016.

A expectativa do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindimóveis), entidade que organiza a feira, é que mais de 30 mil visitantes profissionais visitem os estandes dedicados ao varejo e aos importadores. Estima-se novidades nos segmentos de escritório, cozinha, dormitórios, área de serviço, banho, móveis para jardim, eletros, copas, salas de jantar e estar, tapetes, estofados e colchões.

Confira oito lançamentos para ficar de olho na Movelsul Brasil 2018

O presidente do Sindimóveis, Edson Pelicioli, diz que um trabalho permanente da entidade na construção de uma percepção positiva sobre a competitividade do móvel brasileiro é fundamental para manter a Movelsul Brasil como um evento de integração entre fabricantes, lojistas e importadores. “A diferença entre o cenário de tempos passados e as edições recentes da feira é que ela passa a ser um local de posicionamento, comunicação de estratégia e encantamento para o público”, afirma.

Augusto Tomasi

Abertura da Movelsul Brasil 2018

Presidente do Sindimóveis, Edson Pelicioli, e governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, durante a abertura da Movelsul Brasil 2018

Discursos otimistas permearam cerimônia de abertura da Movelsul

As expectativas otimistas com relação à feira, que predominaram durante a cerimônia de abertura, são alimentadas pelo cenário de recuperação econômica no Brasil. O setor moveleiro, que sofreu duramente os efeitos da crise entre os anos 2013 até meados de 2017, começa a se reerguer e se estabilizar, de acordo com os últimos indicadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (Iemi).

Na abertura da Movelsul Brasil 2018, Pelicioli destacou a importância do trabalho árduo na reinvenção da feira, de modo a fazer frente ao período de crise, e a aposta em novos projetos de fomento aos negócios e geração de conhecimento.

Uma feira do porte da Movelsul Brasil é muito mais que um evento de quatro dias para a indústria moveleira

“Uma feira do porte da Movelsul Brasil é muito mais que um evento de quatro dias para a indústria moveleira. Por trás de cada edição, existe um tremendo trabalho para gerarmos uma percepção positiva sobre o móvel brasileiro em torno da competitividade, da inovação e da eficiência em gestão”, disse.

O evento de abertura da Movelsul Brasil 2018 também contou com a presença do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, que em seu pronunciamento apontou a feira moveleira como um ponto de referência para empreendedores e sua capacidade de transformação e resiliência.

“É verdade que tivemos tempos difíceis, mas também é verdade que podemos ver sinais da retomada. Sabemos que essa travessia não terminou, mas as sementes que o empreendedor plantou começam a dar frutos, como a tecnologia e os investimentos em inovação”, disse o governador.


Os comentários estão desativados.

eMobile