Autoridades apontam para cenário otimista durante abertura da Movelsul Brasil 2018

Cerimônia de abertura da Movelsul Brasil 2018 foi marcada por discursos otimistas e sobre a importância do trabalho durante período de crise

Publicado em 12 de março de 2018 | 18:31 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Nesta segunda-feira (12) foi realizada a abertura da Movelsul Brasil 2018, uma das principais feiras do setor moveleiro na América Latina. O evento, que chega à sua 21ª edição, segue até dia 15 de março, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS), apresentando produtos tradicionais e lançamentos de 246 expositores: 5% a mais do que o contabilizado em 2016.

A expectativa do Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindimóveis), entidade que organiza a feira, é que mais de 30 mil visitantes profissionais visitem os estandes dedicados ao varejo e aos importadores. Estima-se novidades nos segmentos de escritório, cozinha, dormitórios, área de serviço, banho, móveis para jardim, eletros, copas, salas de jantar e estar, tapetes, estofados e colchões.

Confira oito lançamentos para ficar de olho na Movelsul Brasil 2018

O presidente do Sindimóveis, Edson Pelicioli, diz que um trabalho permanente da entidade na construção de uma percepção positiva sobre a competitividade do móvel brasileiro é fundamental para manter a Movelsul Brasil como um evento de integração entre fabricantes, lojistas e importadores. “A diferença entre o cenário de tempos passados e as edições recentes da feira é que ela passa a ser um local de posicionamento, comunicação de estratégia e encantamento para o público”, afirma.

Augusto Tomasi

Abertura da Movelsul Brasil 2018

Presidente do Sindimóveis, Edson Pelicioli, e governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, durante a abertura da Movelsul Brasil 2018

Discursos otimistas permearam cerimônia de abertura da Movelsul

As expectativas otimistas com relação à feira, que predominaram durante a cerimônia de abertura, são alimentadas pelo cenário de recuperação econômica no Brasil. O setor moveleiro, que sofreu duramente os efeitos da crise entre os anos 2013 até meados de 2017, começa a se reerguer e se estabilizar, de acordo com os últimos indicadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (Iemi).

Na abertura da Movelsul Brasil 2018, Pelicioli destacou a importância do trabalho árduo na reinvenção da feira, de modo a fazer frente ao período de crise, e a aposta em novos projetos de fomento aos negócios e geração de conhecimento.

Uma feira do porte da Movelsul Brasil é muito mais que um evento de quatro dias para a indústria moveleira

“Uma feira do porte da Movelsul Brasil é muito mais que um evento de quatro dias para a indústria moveleira. Por trás de cada edição, existe um tremendo trabalho para gerarmos uma percepção positiva sobre o móvel brasileiro em torno da competitividade, da inovação e da eficiência em gestão”, disse.

O evento de abertura da Movelsul Brasil 2018 também contou com a presença do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, que em seu pronunciamento apontou a feira moveleira como um ponto de referência para empreendedores e sua capacidade de transformação e resiliência.

“É verdade que tivemos tempos difíceis, mas também é verdade que podemos ver sinais da retomada. Sabemos que essa travessia não terminou, mas as sementes que o empreendedor plantou começam a dar frutos, como a tecnologia e os investimentos em inovação”, disse o governador.


Os comentários estão desativados.

eMobile