Exportação de móveis em janeiro de 2019 chega a US$ 35 milhões

Setor moveleiro nacional inicia o ano com superávit de US$ 23,9 milhões, conforme dados da Secex

Publicado em 18 de fevereiro de 2019 | 10:29 |Por: Luis Antônio Hangai

A exportação de móveis em janeiro de 2019 chegou a US$ 35 milhões, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). O resultado do setor moveleiro no começo deste ano foi ligeiramente menor se comparado ao mesmo mês de 2018, quando a soma exportada foi de US$ 37,2 milhões. Entretanto, com exceção do ano passado, o valor comercializado em mobiliário nacional em 2019 foi o mais alto para um mês de janeiro desde 2011 (US$ 35,3 milhões).

Exportação de móveis em 2018 é a maior dos últimos 10 anos

Já o montante de mobiliário importado em janeiro de 2019 foi de US$ 11,1 milhões – total menor do que os US$ 13,2 mi registrados no mesmo mês de 2018. Sendo assim, o setor brasileiro de móveis inicia este ano com superávit de US$ 23,9 milhões.

A pesquisa verificou os produtos dos seguintes segmentos: móveis de madeira, metal e outras matérias-primas exceto ratã e bambu; partes para móveis; colchões pneumáticos, de borracha e outras matérias; assentos estofados com armação de madeira e/ou metal; outros assentos com armação de madeira e metal.

Entre as categorias que se destacaram na exportação de móveis em janeiro de 2019 está em primeiro lugar o mobiliário de madeira para dormitórios (US$ 16,8 mi), seguido de outros móveis de madeira (US$ 9,7 mi), mobiliário de madeira para cozinha (US$ 2 mi), assentos estofados com armação de madeira (US$ 1,3 mi) e partes para móveis (US$ 931 mil).

Exportação e importação de móveis nos meses de janeiro (valores em US$ milhões)

Exportação de móveis em janeiro de 2019

Os principais destinos dos móveis brasileiros em janeiro de 2019 foram os Estados Unidos (US$ 10,9 mi), Reino Unido (US$ 3,9 mi), Uruguai (US$ 2,6 mi), Peru (US$ 2,3 mi), Chile (US$ 2,2 mi), Bolívia (US$ 1,5 mi), Paraguai (US$ 1,2 mi) e Canadá (US$ 1 mi).

Já o país que mais exportou móveis para o Brasil no começo deste ano foi a China (US$ 7,2 mi), seguida da Itália (US$ 1,17 mi), Estados Unidos (US$ 378 mil), Espanha (US$ 265 mil), Taiwan (US$ 254 mil) e Alemanha (US$ 220 mil).

O Sul do Brasil continua se destacando na exportação de móveis em janeiro de 2019. Santa Catarina (US$ 14 mi) permanece no topo dos estados exportadores de mobiliário. Na sequência figuram Rio Grande do Sul (US$ 11 mi), Paraná (US$ 5,3 mi), São Paulo (US$ 3,2 mi) e Minas Gerais (US$ 668 mil). Já entre as unidades da federação que mais importaram estão São Paulo (US$ 5,8 mi), Santa Catarina (US$ 2,9 mi), Rio de Janeiro (US$ 618 mil), Rio Grande do Sul (US$ 340 mil) e Alagoas (US$ 253 mil).


Os comentários estão desativados.

eMobile