Feimec 2018 contará com demonstrador de manufatura avançada

Depois de estrear de forma inédita e exclusiva na edição de 2016, projeto volta este ano apresentando modernidade

Publicado em 5 de abril de 2018 | 16:29 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A primeira apresentação de um demonstrador de manufatura avançada numa feira setorial no Brasil aconteceu na edição inaugural da Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (Feimec), em 2016. Desde então, o conceito de Indústria 4.0 continuou avançando em termos de novas tecnologias integradas e se tornou uma realidade no processo industrial de uma série de setores que buscam ganhos de competitividade. Toda essa evolução se fará presente na edição de 2018 da feira, que ocorre de 24 a 28 de abril, no São Paulo Expo.

Em sua terceira edição, o novo Demonstrador de Manufatura Avançada, liderado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), volta mais moderno. A principal novidade deste ano são os clusters de empresas, universidades e institutos de pesquisa, que permitirão ao público vivenciar de forma mais detalhada os conceitos e tecnologias envolvidos na Indústria 4.0. Entre outras experiências imersivas, estão a Realidade Aumentada, Comunicação Máquina a Máquina, Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Realidade Virtual.

Outra novidade desta edição é a célula fabril instalada no pavilhão que vai produzir um porta gadgets composto de três módulos. O módulo fixo é uma luminária de led acrílica, em que os convidados poderão incluir um texto personalizado. Nele, são agregados dois outros módulos ligados por imãs, entre quatro opções disponíveis, a porta-celular, relógio, porta-trecos ou porta lápis e caneta, sendo estes também passíveis de customização por meio da escolha da cor azul ou vermelho.

Divulgação Feimec

Demonstrador de Manufatura Avançada

Módulo fixo é uma luminária de led acrílica

Segundo a organização do evento, o demonstrador de manufatura avançada da Feimec 2018 é composto pela linha de produção propriamente dita, um cockpit com os sistemas de controle e gestão do processo produtivo, e os clusters para apresentação das tecnologias empregadas.

Etapas da linha de manufatura avançada

A linha de produção é dividida por módulos e etapas, começando pelo cadastro e identificação por reconhecimento facial, etapa que por meio de identificação com biometria facial, o convidado faz o pedido para dar start ao processo produtivo, introduz o texto a ser impresso na luminária e seleciona os dois módulos opcionais. Depois vem a parte de usinagem, além de um sistema inteligente de armazenamento de matérias-primas e um robô de alimentação e retirada que customizam as peças de acordo com o pedido do convidado.

Divulgação Feimec

Demonstrador de Manufatura Avançada

Ferramenta é composta pela linha de produção propriamente dita, junto a um cockpit com sistemas de controle e gestão do processo produtivo

Em seguida vem o controle de qualidade, uma máquina de Medição Tridimensional CNC verifica com exatidão as dimensões críticas do produto, analisa estatisticamente os dados e gera informações para controle e melhoria de processo. Assim acontece a manufatura aditiva, que a partir de uma Impressora 3D, os acessórios para compor o porta gadget são fabricados. A gravação a laser pode ser realizado após esse processo, sendo alimentada por robô a máquina faz a gravação do texto personalizado na peça acrílica que compõe a luminária.

– Faça o download da planilha para formação de preços na marcenaria

A montagem do produto fica na mão de dois robôs e um sistema de armazenamento de acessórios monta o módulo de acordo com a configuração escolhida pelo convidado. De acordo com a organização, é nessa etapa que uma solução de automação com sistema de manipulação eletropneumático, sensores de presença e rastreabilidade por identificação por radiofrequência embala o produto. Por fim, a entrega do produto por robótica colaborativa é realizado ao final da linha. É feita a identificação por meio da biometria facial e o convidado recebe seu produto diretamente de um robô colaborativo.

Sistemas integrados

O cockpit do Demonstrador de Manufatura Avançada mostra uma série de sistemas integrados que visam ao controle do processo produtivo, compartilhamento das informações gerenciais, ganho de produtividade, economia de recursos, testes em ambiente virtual, entre muitos outros. São eles o ERP, que controla, integra e gerencia os dados, recursos e processos para melhorar a tomada de decisão; o MES, que gerencia as atividades de produção e estabelece a ligação entre planejamento e chão de fábrica e o PLM, que integra desde a concepção do produto, design, projeto detalhado, simulação, fabricação, uso, manutenção, descarte ou reciclagem dos produtos;

Além disso, a ferramenta possuí o comissionamento virtual, permitindo testar uma linha de fabricação no ambiente virtual para validação e um sistema de medição e gerenciamento de energia que visa à otimização do consumo de energia. A realidade aumentada é outra tecnologia que faz parte e é utilizada para inserir objetos virtuais no ambiente físico em tempo real

– FSC® Brasil lança cursos on-line

O sistema de manutenção inteligente, plataforma de gestão de manutenção com mobilidade, histórico e inteligência, integra o Demonstrador de Manufatura Avançada. Por fim, um modelo com machine learning aplicado e também um sistema dirigido de inteligência artificial orientado para as principais respostas demandadas pelos diferentes segmentos de negócio está presente na ferramenta.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile