Catas-Cosmob apresenta resultados positivos do selo “Made in Italy”

Seis produções já estão certificadas, entre elas a coleção de mesas de escritório “Woods” da Fantoni de Osoppo (Udine)

Publicado em 12 de novembro de 2018 | 17:13 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Após um ano do lançamento da nova certificação Catas-Cosmob, o resultado é mais do que positivo. Seis produções já estão certificadas, envolvendo algumas das mais importantes empresas que representam o “Made in Italy”. A marca que certifica a origem dos móveis italianos foi oficialmente apresentada em uma importante feira mundial de móveis, a Orgatec, em Colônia.

Pela primeira vez, alguns produtos de empresas italianas foram apresentados a um importante público internacional com a marca que distingue os móveis certificados de acordo com a norma UNI11674: “Mobiliário – Requisitos para a determinação da origem italiana do mobiliário”. Um resultado de grande importância estratégica porque finalmente uma peça de mobiliário exposta na feira certifica sua origem, a “Italianess” com uma marca regulada por um padrão nacional, foco da Catas-Cosmob.

Catas-Cosmob

Selo “made in Italy”, norma UNI11674

“Podemos finalmente dizer que a definição ‘Made in Italy’ não é mais um conceito abstrato, mas pode ser o resultado de um caminho certificado, que oferece aos operadores do setor moveleiro, e especialmente ao final público em todo o mundo, a certeza absoluta de estar diante de um produto italiano”, comenta a diretora da Catas, Andrea Giavon.

“Um produto que pode objetivamente ter uma série de requisitos não apenas em termos de origem, mas também e acima de tudo, qualidade e desempenho”, acrescenta.

Até o momento, há seis produções certificadas, a coleção de mesas de escritório “Woods” da Fantoni de Osoppo (Udine), as unidades de armazenamento das cozinhas de Ernestomeda em Montelabbate (Pesaro), e as unidades de armazenamento de banheiro e as cozinhas feitas por Scavolini de Montelabbate (Pesaro).

Além delas, também estão certificadas a colecção “WeMeet” de mobiliário de escritório concebida pela Sinetica Industries (Francenigo, Treviso) e a colecção de bancos estofados “Pinch” produzida pela La Cividina de Martignacco (Udine).

“É realmente um prazer ver que os primeiros a aderir ao esquema de certificação Catas-Cosmob foram algumas das marcas mais importantes e renomadas do setor, uma demonstração do valor dessa licença e do grande potencial que ela pode oferecer. Um valor que nós e a Catas apreendemos imediatamente, a ponto de criar uma sinergia plena e profunda para dar a estrutura necessária a essa marca”, acrescenta o diretor da Cosmob de Pesaro, Alessio Gnaccarini.

Uma colaboração oficialmente apresentada em outubro do ano passado, esperando para entender se as empresas italianas eram sensíveis para deixar claro e forte a definição e o uso do “Made in Italy” considerando a confusão existente de seu real significado e valor. A resposta foi imediata e significativa, os primeiros 12 meses mostraram a validade de todo o projeto proposto pelos dois mais importantes centros de teste e certificação da cadeia de fornecimento de móveis de madeira.

Padrão de certificação da Catas-Cosmob

O objetivo da norma UNI é de estabelecer regras precisas de acordo com as quais um mobiliário “Made in Italy” pode entrar nessa definição. A norma estabelece que o fabricante que deseja distinguir sua própria mesa, cadeira, mesa ou cozinha, deve demonstrar que todas as fases de produção significativas ocorreu no território italiano. Mas isso não é tudo, considerar um produto feito oficialmente na Itália não basta que seja produzido na Itália, mas deve garantir níveis precisos de qualidade, resistência, segurança e durabilidade.

Esse é o verdadeiro desafio enfrentado pela Catas-Cosmob, definir um esquema de certificação complexo que permita aos produtores seguir um caminho preciso, o que os leva a obter algo que possa se transformar imediatamente em vantagem competitiva. Além disso, o foco é garantir ao consumidor final que ele não está apenas na frente de um mobiliário produzido na Itália, mas com um objeto que irá acompanhá-lo por um longo tempo, que ele pode usar em total segurança e que irá agregar valor à qualidade de sua vida.

– Empresários que vão aderir a Black Friday apostam no aumento de vendas

Isso tudo é possível graças a uma série de testes cruzados que os dois laboratórios executam nos produtos para os quais a certificação de acordo com a norma UNI 11674 é necessária. Foram auditorias da empresa, testes mecânicos em amostras colhidas na empresa, verificação do cumprimento dos padrões esperados , inspeções após a concessão da marca, a fim de verificar a continuidade e o cumprimento das regras ao longo do tempo.

(com informações de assessoria)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile