Como usar mapas mentais para criar projetos de móveis sob medida

Entre os aplicativos mais famosos na construção de mapas mentais está o Mindmeister, que conta com versões gratuitas e pagas

Publicado em 22 de Março de 2018 | 16:12 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Ferramentas de criação de mapas mentais são usadas para transformar pensamentos em imagens bem estruturadas, permitindo a visualização panorâmica das ideias, desde a mais simples às mais complexas. A utilização de softwares na marcenaria que possibilitam isso, permitem maior clareza na hora de conceber projetos de móveis sob medida, articular colaboradores e colocar em práticas processos planejados de fabricação ou gestão. Tudo isso implica em aumento da produtividade e melhoria nos negócios como um todo.

Entre os aplicativos mais famosos na construção de mapas mentais está o Mindmeister, que conta com versões gratuitas e pagas. A ferramenta é de fácil utilização, com layout leve e intuitivo, e confere bastante liberdade na hora de estruturação das ideias. Funciona quase como desenhar tópicos, conectá-los e arrastar objetos sobre a tela. No contexto empresarial, a solução que oferece é construir projetos e alinhar membros da equipe de modo a executar as tarefas de maneira planejada.

Porque usar ferramentas de e-mail marketing na marcenaria

O Mindmeister, em combinação com outro aplicativo da mesma marca, como o Meistertask, transforma os mapas mentais em painéis de trabalho, já contendo a relação de tarefas a serem executadas e seus respectivos responsáveis. Entre as funcionalidades disponíveis estão: especificar tarefas e colaboradores, definir datas iniciais e prazos, estabelecer prioridades, indicar o andamento dos processos e criar lembretes de e-mail.

Além das citadas acima, outras características online do Mindmeister o configuram como uma ferramenta otimizada para o trabalho coletivo. Todo seu conteúdo fica armazenado na nuvem, dispensando o usuário de fazer atualizações e backups. Como os projetos ficam disponíveis na rede, é possível montar equipes para editar arquivos compartilhados e iniciar brainstorms acerca dos projetos em andamento.

Mapas mentais e Projetos de móveis sob medida

Como usar o Mindmeister em projetos de móveis sob medida

Para começar a usar o MindMeister é preciso se cadastrar no site do aplicativo e escolher entre as versões gratuita e pagas. Com a conta criada, basta acessar a ferramenta e adicionar a ideia central do projeto em uma tela em branco, que servirá como ponto de partida para as próximas conexões. O botão + serve para adicionar novos tópicos passíveis de serem conectadas por linhas, permitindo expansões da ideia em forma de rede. A cada tópico pode-se acrescentar links, arquivos, imagens e listas de tarefas. Você pode criar seu projeto do zero ou usar um dos muitos templates disponíveis.

No caso específico de mapas mentais para projetos de móveis sob medida, pode-se imaginar como exemplo uma ideia estruturada em três tópicos principais como: entrevista com o cliente; desenvolvimento de projetos de interiores; execução do projeto. Cada um desses tópicos se expande em outros subtópicos que podem ser elaborados em ordem cronológica.

Mapas mentais e projetos de móveis

Exemplo de mapa mental com foco em projetos de móveis feito no Mindmeister

O primeiro passo (entrevista com o cliente) envolve a recepção do pedido, a compreensão das necessidades do freguês, as medições do ambiente, a apresentação do briefing, o orçamento e o fechamento do contrato. Aqui serão detalhados vários aspectos importantes para o planejamento do produto, tendo como base o perfil do cliente, suas preferências, hobbies, além das formas de contratação de serviço.

Na sequência (desenvolvimento de projetos de interiores) há a criação de um ante-projeto com desenhos em 3D, aspectos de design de móveis, paleta de cores e sua finalização em projeto executivo, com detalhamentos técnicos e envio da ordem de produção. Por fim (execução do projeto), é esmiuçado as etapas de fabricação do mobiliário, tendo em vista o estoque de chapas e ferragens, o setup das máquinas (se houverem), o cronograma de produção, atribuição de funções, a embalagem e a montagem no local indicado pelo cliente.

Esse é apenas um exemplo. Em todo o caso, cada marcenaria pode criar seus próprios projetos de móveis sob medida em consonância com suas necessidades e recursos disponíveis. Basta que se use a criatividade.


Os comentários estão desativados.

eMobile