Dicas e recomendações de aplicativos para marcenaria

Ferramentas digitais auxiliam em todos as etapas do seu negócio, desde a fabricação de móveis até a gestão e administração do empreendimento

Publicado em 22 de outubro de 2018 | 16:57 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A utilização de softwares vem se tornando uma das maneiras mais práticas e convenientes para organizar processos de precificação, vendas, finanças, contabilidade e controle de insumos dentro de uma empresa. Existem no mercado muitos aplicativos para marcenaria – que envolvem operações e aquisição de materiais próprios à rotina de um empreendimento do setor moveleiro – e também tantas outras ferramentas digitais com funcionalidades adequadas à administração e gestão de qualquer tipo de negócio.

Por serem relativamente acessíveis (existem produtos pagos, mas também muitas versões gratuitas disponíveis), hoje um profissional pode combinar diversos aplicativos para marcenaria, formando uma estrutura digital que abranja todo o negócio, desde a produção até a administração dos insumos e dos projetos em andamento. Ao manuseá-los pelo tablet ou smartphone, o empresário nem sequer precisa estar dentro da empresa para gerenciá-la.

Como aplicativos para marcenaria podem ajudar no gerenciamento de negócios

Para o consultor do setor moveleiro do Sebrae-PR, Rubens Negrão, o aproveitamento de aplicativos, mesmo em empresas de menor porte, é o começo de uma trajetória rumo à Indústria 4.0, pois seu emprego representa uma maior autonomia e descentralização da gestão, além de possibilitar a automação de tarefas e a integração de diferentes processos vitais de uma empresa.

“O uso inteligente de aplicativos para marcenaria permite, por exemplo, migrar planilhas de Excel para plataformas integradas de informação, acessar indicadores econômicos e outras informações. O marceneiro consegue cruzar informações relativas a vendas, custos, sazonalidade, fazendo com que se obtenha um processo de tomada de decisão mais assertivo e profissional”, afirma.

Pexels

Uso de aplicativos na marcenaria colocam a empresa rumo à Indústria 4.0, diz consultor do Sebrae-PR

No entanto, o consultor também alerta para alguns cuidados que os marceneiros devem ter no uso de aplicativos. Em primeiro lugar, deve-se prestar atenção se o fornecedor da ferramenta oferece suporte e em quais condições: à distância, presencial, quanto custa, como é cobrado (por mensalidade ou acionamento), são alguns dos fatores a se considerar.

“É importante também conhecer com profundidade o aplicativo e fazer uma boa pesquisa antes de adquiri-lo. Depois de mergulhar as informações na ferramenta, você também se torna um pouco dependente dela. É difícil ficar mudando de app ou software frequentemente, pois isso requer esforço na migração de informações, imagens, preços e estoques. Nestas mudanças corre-se o risco de perder o histórico de informações importantes para a empresa”, avisa Negrão.

Cinco aplicativos para marcenaria

Marcenaria D: a Duratex disponibiliza um dos mais completos aplicativos para marcenaria no mercado, além de ser gratuito. Foi desenhado para que o usuário possa visualizar e adquirir com mais facilidades os produtos da paineleira, projetar um móvel, traçar planos de corte e conseguir inspiração para a composição de mobiliário. Há também uma funcionalidade para elaborar e enviar orçamentos para clientes. Disponível no Google Play e App Store.

Rehau Soluções para Móveis: ao utilizar esse app, o marceneiro pode conferir as novidades e os lançamentos da Rehau, consultar paletas de cores e testar as tonalidades (fazer um preview) com a câmera do smartphone. A ferramenta também possibilita encontrar revendedores próximos da sua localização e acessar treinamentos e eventos promovidos pela empresa alemã. Disponível no Google Play e App Store.

Aplicativo Leo Madeiras: com esse aplicativo, o marceneiro tem na palma da mão todo o catálogo de produtos da Leo Madeiras e seus respectivos valores. Além disso, o usuário pode criar na ferramenta cenários e projetos em 3D e 360º, conferir as principais ofertas do mês, salvar orçamentos e enviá-los para lojas da Leo, bem como localizar unidades mais próximas da empresa. Disponível no Google Play.

Aplicativo Rometal: o app apresenta conteúdos detalhados sobre sistemas deslizantes, perfis de alumínio e amortecedores para a fabricação de móveis. Disponibiliza vídeos de tutoriais de montagem, informações de aplicação de desempenador, lanterna, nível e cálculos automáticos de peso e altura das portas. Pela ferramenta o marceneiro também pode visualizar ambientes com as últimas tendências de decoração e produtos da Rometal aplicados. Disponível no Google Play e App Store.

SketchCut Lite: disponível somente em Inglês, esse aplicativo é focado na elaboração de planos de corte (em vários materiais, inclusive painéis de madeira). Conta com dois diferentes algoritmos que calculam e geram as opções mais otimizadas (com menos desperdício) de cortes. Disponível no Google Play e App Store.

Outros apps úteis à marcenaria
Qipu: aplicativo para marceneiros MEI
ZeroPaper: facilidade no controle de finanças
PrimaERP: foco em gestão do tempo
Payleven: novas opções de pagamento
Pipefy: ferramenta para gestão de processos


Os comentários estão desativados.

eMobile