Edição de 2018 do Congresso Moveleiro apresenta novidades para o marceneiro

Profissionais da marcenaria poderão conferir um leque de atividades diverso idealizado pela organização da feira

Publicado em 8 de agosto de 2018 | 9:00 |Por: Ricardo Heidegger

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A 9º edição do Congresso Nacional Moveleiro, organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), ocorre entre 15 e 17 de agosto, no Expoara Centro de Eventos, em Arapongas (PR). Propondo diversas atividades para os visitantes, a edição deste ano realiza encontros de negócios, palestras diferenciais e novidades para o marceneiro, um dos focos principais do evento.

Em 2018, o congresso propõe um leque de atrações direcionadas aos marceneiros. De acordo com o coordenador do conselho setorial da indústria moveleira da Fiep, Irineu Munhoz, as palestras idealizadas para os diretores de empresas moveleiras, serão as mesmas para os marceneiros. “As Oficinas de Ideias tem o sentido de produção de conteúdo e todas foram pensadas para que marceneiros e oficiais de produção possam levar os resultados para dentro das empresas”, afirma.

O coordenador também confirma que a temática das atividades, como painéis e workshop, bem como as palestras programadas estão dirigidas aos empresários e gestores de empresas do setor moveleiro. “Sejam eles marceneiros ou não, sejam eles dirigentes de empresas grandes, médias, pequenas ou micro, o conteúdo programado é também direcionado aos profissionais da marcenaria”, afirma.

Entre as outras novidades para o marceneiro, o congresso exibe o workshop sobre tecnologia disruptiva com Marcos Batista, Hugo Santos e Benício de Oliveira. Os profissionais irão mostrar, ao término da palestra, um conjunto de ações que possam, efetivamente, ser aplicadas nas empresas.

Gabriela de Lara/Revista Móbile

Novidades para o marceneiro

Edição de 2018 foi idealizada com intenção de levar diferenciadas novidades para o marceneiro

“Todas as atividades servem a todos os públicos do setor moveleiro, sejam eles marceneiros, engenheiros, operadores, designers e marketing. O momento que vivemos tem as peculiaridades das características das indústrias. Porém, isso iguala as necessidades de que temos para reinventar nossos negócios para o modelo que melhor sabemos desenvolver e se aplica também em como atingimos o nicho de mercado que queremos”, explica Munhoz.

Mudanças da edição de 2018

Nesta edição, o Congresso Nacional Moveleiro aumentou a  realização para três dias. De acordo com Munhoz, a grande motivação para essa mudança está na adequação do tempo dos eventos simultâneos propostos. Isso também se aplica na oportunidade gerada para que os participantes possam aproveitar o máximo de conhecimento e das reflexões que serão geradas.

– Sayerlack destaca tendências em acabamentos

O coordenador acrescenta que os conteúdos foram criados a partir das sugestões dos participantes e do trabalho integrado da comissão organizadora com a curadoria do 9º Congresso Nacional Moveleiro. O evento foi idealizado levando em conta as avaliações da edição anterior, a partir do aplicativo do Congresso Moveleiro. Os temas apontados pelos participantes foram trabalhados por meio da ferramenta denominada “mapa de empatia” que possibilitou a geração do conceito proposto resumido no slogan “Real + Virtual convergir para competir”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile