Passo a passo de como usar painéis de MDF laqueados na marcenaria

Chapas laqueadas dispensam o trabalho de pintura e revestimento, mas também exigem cuidados na hora de armazenar e manusear

Publicado em 26 de março de 2018 | 14:05 |Por: Luis Antônio Hangai

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O uso de painéis de MDF na produção de móveis sob medida tem inúmeras vantagens não só para o consumidor final, que está sempre em busca de produtos com melhor qualidade e acabamento, mas também ao próprio marceneiro em seus processos de compra, manuseio e fabricação. Além de ser fácil de achar em lojas e revendas e graças à estabilidade e praticidade, o material é trabalhado com mais agilidade se comparado com a madeira maciça e pode ser aplicado em qualquer tipo de mobiliário. Entretanto, como usar painéis de MDF laqueados e com pintura de fábrica é ainda uma pergunta comum no mundo da marcenaria, especialmente no que se refere aos cuidados de estoque e manuseio.

Embora muitas vezes as marcenarias executem elas próprias a pintura e o revestimento final do MDF, não raro as empresas também recebem pedidos de arquitetos, designers e outros profissionais do ramo que preferem o uso de produtos previamente pintados e revestidos por considerarem-nos mais adequados aos seus projetos. As chapas laqueadas exigem maior cautela do marceneiro, pois qualquer descuido pode prejudicar o revestimento e ocasionar o desperdício de chapas inteiras.

Confira mais conteúdos exclusivos sobre marcenaria

Para Diego Sebastian de Oliveira, sócio-proprietário da empresa Marceneiro Curitiba, a grande vantagem deste tipo de painel de madeira é que ele dispensa o trabalho de pintura e revestimento, acelerando a produção, reduzindo os custos e possibilitando preços mais competitivos. Por outro lado, alguns cuidados sobre como usar painéis de MDF laqueados devem ser observados.

“A chapa que vem laqueada tem essa vantagem de vir pronta, poupando trabalho, mas ao mesmo tempo exige cuidados operacionais e melhor habilidade no manuseio. O marceneiro precisa ter um capricho na hora que for trabalhá-la, porque se errar pode comprometer a chapa inteira. Normalmente este material já vem com uma proteção, muito boa, por sinal. Para riscar a pintura tem que descuidar bastante, mas ainda assim é um pouco mais difícil de manusear do que os painéis comuns”, comenta o marceneiro.

Como usar painéis de MDF laqueados

Então, como usar os painéis de MDF laqueados no âmbito da produção de móveis sob medida sem correr o risco de comprometê-los nas etapas estoque, de corte, colagem de borda e furação? Para responder essa pergunta, tomaremos como exemplo os painéis Eucafibra Lacca AD e Cetin da Eucatex. Reconhecidos no mercado, apresentam superfície espelhada e se destacam pelo brilho, intensidade da cor e boa nitidez e contraste da superfície.

De acordo com a empresa, o produto é indicado para fabricação de móveis residenciais, instalações comerciais e utilização em arquitetura de interiores, em projetos nos quais há necessidade de superfícies mais sofisticadas, com reflexo, para superfícies verticais e horizontais com esforço leve. Esse tipo de acabamento na superfície requisita alguns cuidados especiais na hora do manuseio. Confira abaixo um passo a passo em oito etapas de como usar painéis de MDF laqueados da Eucatex na marcenaria.

1 – Como armazenar

Os painéis MDF Eucafibra Lacca AD e Cetin devem ser empilhados horizontalmente, em base firme nivelada e elevada do chão com uso de calços. Armazená-los sempre em local coberto e ventilado, longe da ação do sol e da chuva. É recomendado evitar o empilhamento superior a seis metros de altura ou alternado com painéis de diferentes dimensões. Não deixar em contato com produtos que possam alterar suas características naturais, tais como cimento, óleo ou graxa.

Como usar painéis de MDF da Eucatex Como usar painéis de MDF da Eucatex

2 – Não remova o filme protetor na hora do manuseio

Corte o MDF Eucafibra Lacca AD ou Cetin mantendo o filme protetor na face espelhada para garantir a proteção da superfície durante o processo de fabricação. Não arraste o painel, caso contrário pode-se danificar o verso e a face brilhante.

Como usar painéis de MDF da Eucatex

3 – Como cortar

Operar os cortes em serras circulares, com dentes de metal duro (tipo widea) em seccionadoras ou esquadrejadeiras. Serras com riscador permitem processo mais rápidos. Deixe a face espelhada voltada para cima.

Como usar painéis de MDF da Eucatex

4 – Trabalhando nas bordas

Inicie o trabalho das bordas lixando os cantos da face espelhada e do verso com um pedaço de madeira envolto em lixa grana 380 a 320.

Como usar painéis de MDF da Eucatex

5 – Colagem da borda

Para colagem da borda, aplique manualmente a cola na fita ou utilize equipamentos automáticos, como a coladeira de borda de pequeno porte. Depois, tire as sobras da fita das laterais da peça com o destopador até alinhar todos os cantos da peça.

Como usar painéis de MDF da Eucatex

6 – Acabamento das bordas

Para um acabamento de alta qualidade das bordas, utilize o refilador (após o tempo correto de secagem da cola) para retirar o excesso de fita, deslizando-o com cuidado e sem colocar pressão sobre o painel a fim de evitar rebarbas ou marcas na superfície. Finalize usando a plaina de canto e uma lixa fina. Lixe apenas o canto, nunca a superfície do painel.

Como usar painéis de MDF da Eucatex

7 – Limpeza

Limpe a cola que escorrer na superfície apenas com produtos recomendados para PVA e Ureia-Formaldeído. Para cola de contato, passe um pano com águarras ou removedor de cola.

Como usar painéis de MDF da Eucatex

8 – Furação

Faça a furação com ferramentas e equipamentos usuais para madeira com brocas de aço rápido ou metal duro. O furo pode ser passante em toda a espessura do painel ou apenas em uma face.

Como usar painéis de MDF da Eucatex


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eMobile